Publicidade
Manaus
DUPLO HOMICÍDIO

Dupla é presa e confessa ter matado irmãos por vingança em interior do Amazonas

Luiz Carlos de Souza Lopes, 40, e Dorvaldiney Ferreira Batista, 30, estavam escondidos em um sítio. No local foi encontrada a arma utilizada no crime 24/09/2018 às 21:02 - Atualizado em 25/09/2018 às 07:40
Show duplo homic dio 9a4cea86 07c1 44f7 a1ee a5f7013f36aa
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Os autores do duplo homicídio dos irmãos Ediney Nunes Mendonça, 29, e Genildo Nunes Mendonça, 22, foram presos por policiais militares nesta segunda-feira (24) em um sítio do município de Itacoatiara (a 175 quilômetros de Manaus). Os infratores foram identificados como Luiz Carlos de Souza Lopes, 40, e Dorvaldiney Ferreira Batista, 30.

Segundo a Polícia Militar, a dupla confirmou que o disparo foi dado por Luiz. Além disso, eles relataram a participação de mais duas pessoas, ainda foragidas, no crime.

A arma utilizada, uma espingarda, também foi encontrada pelos policiais. De acordo com a PM, o motivo do crime foi vingança porque os irmãos haviam matado Leandro da Silva Castro, 25. Ambos os crimes ocorreram na noite do último domingo (23).

Entenda o caso

Leandro da Silva Castro, 25, Edinei Nunes de Souza, 29, e Genildo Nunes de Souza, 22, morreram neste último domingo (23) após uma confusão iniciada em um bar no bairro Da Paz, em Itacoatiara, município distante 176 quilômetros em linha reta de Manaus.

De acordo com o delegado Paulo César Barros Filho, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara, por volta das 20h, Edinei, um conhecido dele e Leandro estavam em um bar consumindo bebidas alcoólicas, e em determinado momento houve um desentendimento entre eles. Na ocasião, Edinei em posse de uma faca, desferiu um golpe que atingiu o conhecido dele e na tentativa de intervir a situação, Leandro também acabou sendo atingindo por Edinei com dois golpes de faca nas regiões das costas e abdômen.

Ainda conforme o delegado, as vítimas foram encaminhadas para um hospital do município, mas Leandro foi óbito. Após o fato, Edinei retornou para a casa dele, onde também estava no local, o irmão Genildo. Na ocasião, a dupla foi surpreendida por três homens, que invadiram o imóvel para executar Edinei, momento em que Genildo foi tentar defendê-lo e acabou sendo alvejado com disparo de espingarda. Em seguida, o trio atingiu golpes de terçado em Edinei e também efetuou disparo de arma de fogo contra o homem.

Publicidade
Publicidade