Publicidade
Manaus
Manaus

Dupla é presa enquanto vendia drogas próximo de escola da Zona Leste

Ao serem abordados pelos policiais, os dois homens confessaram trabalhar para um traficante conhecido como ‘Junior Beiçola’ 18/07/2013 às 12:17
Show 1
Derleson já havia cumprido pena pelo crime de homicídio, enquanto Edemir o ‘Caveira’ respondia em liberdade pelo crime de tráfico de drogas
acritica.com Manaus, AM

Dois homens foram presos em flagrante na noite de quarta-feira (17), por volta das 20h, por policiais da Força-Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP), vendendo drogas nas proximidades da Escola Municipal Raimundo Gonçalves Nogueira, no bairro do Zumbi dos Palmares, localizado na Zona Leste de Manaus.

Derleson Luz Gonçalves, 23, vulgo ‘Bolinha’ e Edemir Oliveira Pereira, 26, o ‘Caveira’ foram flagrados na rua Santa Inês no bairro do Zumbi II, com várias porções de cocaína e pasta-base de cocaína. Segundo investigadores da Força-Tarefa, os suspeitos ficavam em um beco aguardando os usuários. Ao serem abordados pelos policiais, os dois homens confessaram trabalhar para um traficante conhecido como ‘Junior Beiçola’.


 “Foram dois dias de investigação, observando a rotina da dupla que costumava ficar na esquina de um beco esperando pelos ‘clientes’, a maioria alunos maiores de idade que estudam à noite.” explicou o investigador.

 A ação de repressão ao tráfico de entorpecentes nas proximidades das escolas da capital faz parte do Projeto Caravana da Cidadania da SSP, que tem como objetivo atingir a classe estudantil em todas as Zonas de Manaus com ações educativas, esportivas e de prevenção à criminalidade.

De acordo com o coordenador do projeto, o secretário-adjunto de Segurança Pública, o delegado Francisco Sobrinho, o objetivo é agir com máxima rapidez caso exista a suspeita de um aluno envolvido de alguma forma com o tráfico.

Derleson já havia cumprido pena pelo crime de homicídio, enquanto Edemir o ‘Caveira’ respondia em liberdade pelo crime de tráfico de drogas. A dupla foi encaminhada para o 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde foram autuados em flagrante e foram encaminhados à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

Publicidade
Publicidade