Publicidade
Manaus
Manaus

Dupla é presa por integrar quadrilha de roubo de picapes; jovem escondia veículos em Vila Militar

De acordo com a DERFV, a menina, que é filha de um sub oficial da Aeronáutica, recebeu ordens para esconder uma Toyota Hilux dentro da Vila Militar Ajuricaba, na frente da Base Aérea de Manaus. A prática era comum, segundo delegado, mas ela nega envolvimento 29/12/2015 às 12:36
Show 1
A dupla foi presa por policiais militares da 7ª Cicom no bairro São Lázaro, Zona Sul de Manaus, em ação conjunta com a DERFV
fábio oliveira Manaus (AM)

A estudante Mariana de Santana Cardoso da Silva, de 18 anos, filha de um sub oficial da Aeronáutica, foi presa pela Polícia Militar do Amazonas com um carro roubado, na companhia de um comparsa identificado como Alex Leone de Lima Alves, de 20 anos. O caso aconteceu na noite de segunda-feira (28). 

De acordo com o delegado Péricles Nascimento, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veídculos (DERFV), Mariana e Alex receberam de outros integrantes da quadrilha em que atuam uma picape Toyota Hilux, de cor prata e placas OAL-8719, a qual iriam guardar dentro da Vila Militar Ajuricaba, no Crespo, na frente da Base Aérea de Manaus

Esquema

Segundo o delegado, a estudante sempre recebia carros roubados e estacionava em frente a sua casa para despistar as buscas pelo veículo, uma vez que só entra na Vila quem é  militar e dependente. Em depoimento ela nega envolvimento. 

"Ela diz que não sabia que o veículo era roubado, mas o comparsa confessou e relatou que eles sempre faziam isso e, inclusive, já tínhamos a informação de que ela guardava na Vila", explicou Nascimento. 

A dupla foi presa por policiais militares da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) na rua Nova, São Lázaro, Zona Sul, em ação conjunta com a DERFV. Segundo Nascimento, a proprietária do veículo ligou para o delegado e informou sobre o roubo. 

"Essa Hilux ja havia sido roubada antes e a proprietária tinha meu número. Quando aconteceu, ela me ligou e eu informei a Polícia da Área que efetuou a prisão da dupla", disse.

Conforme o delegado, outros integrantes da quadrilha estão sendo investigados e o caso ainda está sendo apurado. Nascimento informou que o bando é especializado em picapes de luxo e revende os veículos por aproximadamente R$ 5 mil.

Publicidade
Publicidade