Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
OPERAÇÃO

Dupla é presa por morte de homem que impediu venda de drogas em frente de casa

Homicídio de Dejair Wgladistoni Lourenço da Costa, de 51 anos, ocorreu em julho deste ano; outro homem foi preso suspeito de fazer parte de grupo criminoso



IMG-20190916-WA0105_BB7ADD88-4FAA-4B7A-8C96-1C4E193AF9AC.jpg Foto: Erlon Rodrigues/Polícia Civil
16/09/2019 às 19:29

Três homens foram presos por envolvimento nos crimes de homicídio e tráfico de drogas no bairro Tancredo Neves, na Zona Leste de Manaus. Dois deles são suspeitos de envolvimento na morte de Dejair Wgladistoni Lourenço da Costa, de 51 anos, morto após impedir a venda de drogas em frente da casa onde morava.

O trio foi apresentado nesta segunda-feira (16), durante coletiva de imprensa para apresentar resultados da Operação Ajax. Atanael de Souza Pucu, de 21 anos, e Matheus Ribeiro Barbosa, de 24, foram presos na manhã de sexta-feira (13), em cumprimento a mandado de prisão preventiva pelo homicídio de Dejair, ocorrido no dia 21 de julho deste ano, no Tancredo Neves.



Durante a ação, Erick Matheus Santos, de 20 anos, foi preso em flagrante com uma porção de maconha, uma porção de cocaína, uma balança de precisão, além de material para embalar os entorpecentes. Conforme a Polícia, ele não tem participação no crime, mas faz parte do grupo criminoso na comercialização de drogas. Erick não foi apresentado à imprensa, porque foi para a audiência de custódia.

De acordo com o adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Charles Araújo, o mandante do crime é Kenned de Souza Monteiro, apontando como chefe do tráfico de drogas naquela área e que está preso na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP). Ele é irmão de Atanael e deu autorização para que o crime fosse cometido.

“Começamos a investigação e obtivemos informações anônimas da população, com os relatos de que a vítima teria sido morta por um grupo de traficantes que se incomodaram com o fato dele não deixar que vendessem drogas em frente a sua casa. Esse grupo de traficantes chegou até a ser filmado pelo Dejair. A gente tem esse vídeo, embora não apareça a silhueta das pessoas, a gente conseguiu identificar a voz do Atanael, que chegou até a perguntar o que ele (Dejair) estava fazendo”, disse.

Ainda conforme o delegado, a vítima era de Santa Catarina e estava na capital amazonense cuidando de aluguéis que ele tinha naquela área.

Atanael e Matheus foram indiciados por homicídio e associação criminosa. Erick foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e Kenned também foi indiciado pela participação no crime.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.