Publicidade
Manaus
Manaus

Dupla presa com droga ‘achava’ que maconha embalada era pé-de-moleque, açaí e tambaqui

Eles foram presos com outras duas pessoas, um homem e uma mulher, para quem trabalhavam e que acusam serem os verdadeiros donos da droga 01/06/2015 às 14:04
Show 1
Dupla se colocou como inocente e culpu “patrões” pelo tráfico, mas todos os quatro acabaram presos
JOANA QUEIROZ Manaus

Policiais civis do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) prenderam em flagrante, neste domingo (31), o peruano Pablo Armas Tafur, 45, o lavador de carros Alexandro Barbosa Conceição, 37, e o casal Darlan da Silva Magalhães, 34, e Lismara Melo da Silva, 32, por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Pablo e Alexandro foram presos na rua dos Andradas, no bairro Centro, dentro de um carro Celta de cor preta e placas NOY-1959. Durante uma vistoria no veículo, os policiais encontraram uma sacola contendo 12 tabletes de maconha do tipo Skunk, pesando cerca de 6 quilos. À polícia, Pablo e Alexandro alegaram inocência.

Segundo os dois homens, a droga encontrada pertencia ao casal Darlan e Lismara, para quem os dois trabalhavam. A dupla afirmou que foi enganada, já que achava que os pacotes de maconha embalada eram porções de açaí, pé-de-moleque e açaí. A polícia não acreditou na história e os dois foram presos.

O carro Celta preto estava estacionado na rua dos Andradas, em frente a um hotel. Pablo estava hospedado nesse hotel, e Alexandro havia ido lá de carro pegar as drogas. Após a abordagem policial, os suspeitos levaram os policiais do Denarc a uma casa localizada no bairro Ouro Verde, na Zona Leste de Manaus.

Chegando na residência, os policiais encontraram e prenderam Darlan e Lismara, onde também apreenderam mais droga em forma de trouxinhas, um caderno de contabilidade e material para embalo e refino de droga. Todos os quatro serão levados para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus.

Publicidade
Publicidade