Publicidade
Manaus
PROPOSTA

Eleição da OAB-AM: 'Sou contra a reeleição e vou cumprir', diz Jean Cleuter

Candidato à presidência da seccional da Ordem dos Advogados no Amazonas defende atualização dos honorários da categoria 14/11/2018 às 19:04
Show jean e002b8a2 a677 4e4b b80f 7088cfa23d63
Advogado Jean Cleuter afirmou que, se for eleito, não concorrerá à reeleição porque defende a alternância no poder. Foto: Euzivaldo Queiroz
Geizyara Brandão Manaus (AM)

Pela segunda vez na disputa da presidência da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Amazonas (OAB-AM), o advogado Jean Cleuter afirmou que, se for eleito, não concorrerá à reeleição porque defende a alternância no poder.

“Você tem que chegar lá com gás para fazer diferente. Eu sou contra a reeleição e vou cumprir. Não serei candidato à reeleição. Nós temos que trabalhar muito para que o próximo gestor não consiga retroagir a todos os avanços que nós vamos dar”, destacou o candidato, em entrevista nesta quarta-feira (14) ao Portal A Crítica.

Cleuter lembra que na eleição anterior era desconhecido pelos advogados. “Hoje, em razão da eleição passada, muitas pessoas já pesquisaram sobre a nossa vida, já procuraram saber o que nós fizemos pela advocacia, já procuraram entender melhor, fazer aquela questão da comparação”, contou.

Um dos pontos defendidos por Jean Cleuter é a atualização dos honorários dos advogados e que é preciso desenvolver o papel da OAB-AM de “cuidar” da categoria. “Nós vamos combater fortemente o aviltamento de honorários, advogado tem direito a ganhar honorários dignos. Nós temos que combater isso e esse combate deve ser constante”, afirmou.

Segundo o candidato à presidência da OAB-AM, a tabela de honorários não é atualizada desde 2015. “A OAB do Rio de Janeiro atualiza a tabela mensalmente”, ressaltou.

Sobre o piso salarial dos advogados, Cleuter salientou que foi aprovado R$ 3 mil por quatro horas diárias e R$ 5 mil por oito horas e que precisa ser colocado em prática. “Eu entendo o seguinte, se a gestão aprovou isso, ela tem o dever de aplicar o que ela está buscando”, disse.

O candidato enfatizou ainda a conquista do Simples Nacional para a advocacia. Há quatro anos, Cleuter foi relator no pleno do Conselho Federal da OAB sobre a temática que disponibiliza uma taxa menor de tributos para advogados.

“Um advogado que ganha em torno de R$ 5 mil por mês e é pessoa jurídica paga em torno de 13% de tributos, o que daria R$ 650. O advogado que fizer o Simples Nacional vai pagar 4,5% de tributos, o que daria R$ 225. Então seria uma diferença mensal de R$ 425, vezes 12, nós teríamos em torno de R$ 5 mil por ano”, explicou, reforçando que também deve ser incentivado pela seccional.

Aumento do STF

Em relação ao aumento de 16% para os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (STF), o candidato se mostrou favorável. “Eu não sou contra ajustes. Eu entendo que você tem que ter salários adequados, tanto na magistratura, quanto no ministério público, quanto na advocacia”, pontuou.

Perfil

Nome:  Jean Cleuter Simões Mendonça

Idade: 49

Estudos: Especialização em Direito Processual Civil. Graduado em Administração de Empresa.

Experiência:  Atua na área jurídica há mais de 20 anos. Iniciou em 1998 como juiz classista do trabalho,  foi conselheiro federal efetivo da OAB e atua como professor universitário de Direito Processual Civil desde 2005.

 

Publicidade
Publicidade