Publicidade
Manaus
VERBAS

Eleições diretas para governador do AM já custam mais de R$ 5 milhões, diz TRE

Parte do que foi gasto está destinado a diárias, deslocamento e até hora extra dos servidores. O TRE ainda não foi notificado sobre a suspensão do pleito eleitoral 29/06/2017 às 11:51 - Atualizado em 29/06/2017 às 17:11
Show justi a
Segundo o TRE, as atividades vão continua até que haja novas alterações jurídicas (Foto: Reprodução Internet)
Camila Pereira Manaus (AM)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) já gastou R$ 5.085,679 milhões com as eleições diretas do Governo do Amazonas. O orçamento estava previsto para mais de R$ 18 milhões para os dois turnos. Os trabalhos no tribunal em relação à eleição suplementar continuam até que o órgão seja notificado da suspensão do pleito, deferida pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Parte do que foi gasto com as eleições diretas está destinado a diárias, deslocamento e até hora extra dos servidores. Segundo o diretor geral do TRE-AM, Messias Andrade, existem ainda R$ 1.290,569 milhão empenhado. “Se não honrarmos o que está empenhado, poderemos arcar com o pagamento de multas”, afirmou. 

Hoje, pela manhã, foi definida por sorteio a ordem das coligações na propaganda eleitoral. Na ocasião, o presidente em exercício do TRE-AM, João Simões disse que as atividades irão continuar até que a haja novas alterações jurídicas. O presidente não quis conversar com a imprensa. 

"O que nos foi passado é que precisamos continuar os trabalhos, porque estamos falando do Amazonas. Temos servidores em deslocamento para o interior, por exemplo", destacou Messias. "Só iremos parar quando recebemos a notificação".

Publicidade
Publicidade