Sábado, 20 de Julho de 2019
POLÍCIA

Eletricista é preso e gerente indiciado por ‘gato’ em restaurante de fast food de Manaus

O prejuízo à distribuidora com o furto de energia no estabelecimento do bairro Adrianópolis é estimado em R$ 11 mil



RAGAZZO-1533935419.JPG Foto: Divulgação
10/08/2018 às 17:11

O eletricista Claudualdo Mesquita de Oliveira, 42, foi preso em flagrante, na manhã desta sexta-feira (10), por volta de 10h30, após a Polícia Civil identificar furto de energia em um restaurante da rede brasileira de fast food Ragazzo, localizado na avenida Mario Ypiranga Monteiro, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. O prejuízo a Eletrobras Amazonas Energia com o crime é estimado em R$ 11 mil. Também foi indiciado pelo crime o gerente do estabelecimento, Carlos Gomes Arruda, 44.

De acordo com o delegado Felipe Vasconcelos, titular da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), os policiais foram acionados para acompanhar fiscais da Eletrobras Amazonas Energia na execução de uma ordem de serviço no restaurante.  

Conforme o delegado, o representante legal da Eletrobras, por meio de carta-denúncia,comunicou sobre a suspeita de furto de energia no local, após a constatação, por meio de monitoramento remoto, de redução de 70% do consumo de energia no local.

“Protocolamos a Requisição de Perícia e agendamos a operação policial. No local foi identificado que duas correntes de energia estavam cortadas, passando somente uma fase pela medição, ou seja, cerca de 70% do consumo de energia estava sendo fraudado. Assim, confirmando o furto de energia mediante fraude, causando prejuízo estimado em cerca de R$ 11 mil à concessionária, no período de dois meses”, declarou o titular da DECFS.

Vasconcelos esclareceu que após a constatação do delito, foram retirados os desvios e o local teve o fornecimento de energia regularizado. Posteriormente, foi aplicado Termo de Ocorrência de Inspeção (TOI).

Claudualdo foi autuado em flagrante por furto de energia mediante fraude, sendo arbitrada ao infrator a fiança no valor de R$ 5 mil. Carlos será indiciado por furto de energia mediante fraude. Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada, ambos foram liberados para responder ao processo em liberdade.

*Com informações da assessoria de imprensa.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.