Publicidade
Manaus
Manaus

Eletrobras divulga Plano de Contingência para Festival de Parintins 2013

Na geração de energia elétrica, a Eletrobras Amazonas Energia informou que trabalha tranquila com uma reserva de 50% da energia produzida 24/06/2013 às 11:36
Show 1
Atualmente, a potência instalada em Parintins é de 27.000 kW para atender a uma demanda de 18.000 kW, durante a semana do festival
acritica.com Manaus

A Eletrobras Amazonas Energia lançou a “Operação Parintins 2013” com o Plano de Contingência para ampliar o atendimento no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), que durante os dias 28,29 e 30 deste mês abrigará a festa dos bois bumbas Garantido e Caprichoso.

De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, a rede de distribuição de energia elétrica da cidade receberá mais de 100% de reforço com a ampliação de quatro para dez equipes de profissionais de campo. No total serão 40 profissionais somente na área da Operação.

“Eles estarão aptos, com estruturas próprias para atender quaisquer situações de emergência com veículos de pequeno, médio e grande porte. Além disso, lanchas equipadas para receber os chamados estarão aportadas do porto de Parintins”.

As equipes de plantão estarão atuando em regime plantão de 24 horas por dia e poderão ser acionadas por meio do call center pelo número 0800 701 3001.


Geração

Na geração de energia elétrica, a Eletrobras Amazonas Energia informou que trabalha tranquila com uma reserva de 50% da energia produzida.

Atualmente, a potência instalada em Parintins é de 27.000 kW para atender a uma demanda de 18.000 kW, durante a semana do festival. Em dias normais, esse volume é de 15.000 kW.

“Nossos profissionais estarão apostos para atender aos possíveis chamados que venham a ocorrer durante o festival. Essas equipes estarão dando suporte especial para o evento, aeroporto e hospitais”, enfatizou o diretor de Geração e Operação para o Interior da Eletrobras Amazonas Energia, Radyr Gomes de Oliveira.

A empresa também trabalha com manutenções preventivas na subestação e na rede de distribuição de Parintins. As equipes técnicas estarão espalhadas em pontos estratégicos da cidade, onde concentram grande aglomeração de público. A recomendação da empresa é de que o Tempo Médio de Atendimento (TMA) deva ser o menor possível durante o socorro às ocorrências que possam vir a existir. 

Publicidade
Publicidade