Sábado, 20 de Julho de 2019
Manaus

Em 24h IML registra 13 mortes em Manaus

Os registros de mortos, vítimas de tiros e perfurações, endossam o crescimento da violência no Amazonas, que passou do 19º para o 8º colocado no índice na taxa de homicídios



1.jpg A polícia afirmou que no momento dos disparos, Gildo utilizou a menor de 13 anos como escudo contra os tiros
27/07/2013 às 15:17

O Instituto Médico Legal (IML) registrou nas últimas 24h, 13 mortes na capital amazonense; seis homicídios causados por arma de fogo, dois por arma branca, além de três vítimas de acidente de trânsito, uma por morte natural e uma por morte acidental. Os registros de mortos, vítimas de tiros e perfurações, endossam o crescimento da violência no Amazonas, que passou do 19º para o 8º colocado no índice na taxa de homicídios.

Nas primeiras horas deste sábado (27), um homem não identificado foi morto com um tiro no peito dentro de uma residência localizada na rua Tamoios, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. De acordo com a polícia, ele e um comparsa, que foi agredido por moradores, invadiram o local, onde acontecia uma festa, depois de terem assaltado um ônibus da linha 640. A população reagiu e a polícia ainda não sabe se o tiro que vitimou o bandido partiu de populares ou do próprio companheiro que está internado no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio.

Gleison Gomes Cabral, 27, conhecido como ‘Bactéria’, morreu após ser atingido com nove tiros de PT.40, de uso exclusivo da Polícia. De acordo com policiais militares da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), populares informaram que um homem identificado como ‘Cafezinho’ chegou na rua Taperoa, bairro Alvorada I, Zona Centro-Oeste, em uma motocicleta preta, placas não identificadas, e efetuou os disparos contra a vítima. Gleison não resistiu e morreu no local por volta das 20h de sexta-feira (26).

O terceiro caso de homicídio causado por ferimentos de arma de fogo foi registrado por volta de 19h47. Webenton Brasil Weckner, 36, foi atingido por vários tiros na rua Areal, bairro da Nossa Senhora de Fátima, Zona Norte de Manaus. De acordo com vizinhos da vítima, Webenton trabalhava e era considerado uma boa pessoa na área, porém era usuário de drogas e pode ter sido morto por causa de dívidas com traficantes.

Esquartejador morre em troca de tiros com a polícia

Gildo Belém da Silva, 26, o ‘Cabeça’, suspeito de ter cometido pelo menos oito homicídios na Zona Leste de Manaus, e também é conhecido pela polícia por esquartejar os corpos dos rivais, foi morto com quatro tiros na tarde de sexta-feira (26), após troca de tiros com investigadores do 28º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e policiais militares da 28ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Os policiais que foram cumprir um mandado de prisão em ação conjunta com a PM, abordaram o suspeito em um residência localizada na rua Antônio Mathias, no bairro da Colônia Antônio Aleixo, e foram recebidos a tiros. Gildo foi atingido com um tiro na cabeça e três no tórax. Além destes registros, o IML realizou mais duas remoções de vítimas que foram alvejadas por tiros do Hospital João Lúcio.

Arma branca

Um guardador de carro, até o momento não identificado pela polícia, não resistiu aos ferimentos causados por uma perfuração no pescoço, causada pelo colega de profissão, identificado como Wagner Júnior Lopes Teixeira, na rua Floriano Peixoto, no Centro da cidade. O homem foi preso e teria brigado com a vítima por disputa de local onde os ‘flanelinhas’ guardavam os veículos.

Outra morte foi registrada no município de Codajás (localizado a 237 quilômetros de Manaus), onde Joaquim dos Santos, 51 anos, foi morto com uma facada após se envolver em uma briga. O caso foi registrado como lesão corporal seguida de morte por arma branca.

Acidentes de trânsito

Três pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito durante o período em Manaus. Os números confirmam o aumento de 10% no índice mortes envolvendo motociclistas. O último registro foi a morte de Fernando Martins da Silva, 27, que não conseguiu desviar do veículo de Izane Torres de Barros, na avenida Jacira Reis, bairro Dom Pedrom Zona Centro-Oeste, na manhã de sexta (26). De acordo com populares, a motorista foi imprudente ao dar ré para pegar um retorno que havia ultrapassado por cerca de 15 metros.

José Francisco Nunes Rocha, 49, morreu depois de cair da sua motocicleta e bater com a cabeça em um meio fio na avenida Autaz Mirim, no bairro Armando Mendes, Zona Leste, por volta das 23h. A terceira vítima de acidente teve o corpo removido do Hospital João Lúcio, às 20h, após não resistir aos ferimentos. Keiteane Souza Queiroz, 28, sofreu um acidente na última segunda-feira (22), na avenida Coronel Teixeira (Estrada da Ponta Negra). Ela estava na garupa de uma motocicleta guiada por Moacir Rocha quando foram atingidos por um carro.

Morte Natural

O idoso identificado como João Nunes de Lima, 60, teve um infarto e morreu dentro de um quarto da Minha Pousada, localizada na avenida Samaúma, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. Segundo informações de policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o homem fez uso de comprimidos do estimulante sexual Viagra e passou mal durante o ato sexual com uma adolescente de 13 anos.

Morte Acidental

Um boletim médico enviado pela assessoria de comunicação do Hospital 28 de Agosto informou a morte de Adonai Pessoa Campos, quinta vítima do acidente aéreo ocorrido no dia 16 de julho, no aeroporto internacional Eduardo Gomes, em Manaus. Ele veio a óbito às 00h45 deste sábado (27), e durante a madrugada, o corpo deu entrada no IML.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.