Publicidade
Manaus
Manaus

Em 30 dias, inquérito apontará as causas do acidente na Grande Circular 2 que deixou seis mortos

Testemunhas informaram à policia que jovens estavam bebendo e essa será a principal linha de investigação 22/07/2015 às 21:38
Show 1
A tragédia que matou seis pessoas e chocou a cidade na manhã de ontem ocorreu coincidentemente durante a realização do 1º Ciclo de Palestras da “Semana do Condutor”.
Oswaldo Neto Manaus (AM)

O prazo para a conclusão do inquérito sobre o acidente de trânsito em que morreram seis jovens, na Zona Norte, é de 30 dias. No entanto, a principal hipótese da causa, relatada por testemunhas e trabalhada pela Polícia Civil, é que o motorista, Robson Nascimento Bastos, 28, perdeu o controle do veículo por estar dirigindo sob efeito de bebida alcoólica. Um exame toxicológico será realizado em todas as vítimas que estavam no automóvel.

Na manhã de ontem, o movimento no Instituto Médico Legal (IML) foi intenso, principalmente no que diz respeito à busca por informações sobres as vítimas. De acordo com a diretora do Instituto Médico Legal (IML), Maria Margareth Vidal, a perícia será dividida em dois exames.

“São realizados dois tipos de laudos. O laudo necroscópico, para averiguar a causa da morte, e o laudo toxicológico. Em toda as vítimas de acidentes de trânsito é obrigatório fazer o exame de alcoolemia”, disse a diretora. Segundo ela, o prazo para o resultado é de 10 dias.

Investigações

Os envolvidos no acidente entre o veículo com as seis pessoas e o ônibus, que faz linha para o Polo Industrial de Manaus, começaram a prestar depoimento na Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (Deat) logo após a tragédia.

Apesar da ausência do laudo toxicológico, a Polícia Civil trabalha em cima da hipótese de que o condutor do veículo estava embriagado, conforme explica delegado titular da Deat, Luiz Humberto Monteiro. Ele explicou durante entrevista como o acidente ocorreu.

“As testemunhas falam que o rapaz do Voyage vinha em alta velocidade e perdeu o controle do veículo. Nesse momento ele passou sobre o canteiro central e colidiu com o ônibus que vinha em sentido contrário. Segundo o motorista do ônibus, ele tentou desviar, mas não conseguiu”, disse o titular da delegacia. Ele também disse que o resultado do inquérito deve sair dentro de 30 dias. Até o início da tarde de ontem, nenhum familiar das vítimas havia prestado depoimento na Deat.

Semana do condutor

A tragédia que matou seis pessoas e chocou a cidade na manhã de ontem ocorreu coincidentemente durante a realização do 1º Ciclo de Palestras da “Semana do Condutor”, promovido pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). Um dos objetivos do evento é justamente debater sobre as  condutas adequadas no trânsito.

O segundo dia de palestras na Universidade Paulista (Unip) contou com apresentações sobre os impactos dos acidentes de trânsito na área da saúde, a bicicleta como meio de transporte sustentável e a relação social no trânsito. A Semana do Condutor seguirá até o dia 27 com uma série de atividades.

Publicidade
Publicidade