Publicidade
Manaus
ARTICULAÇÃO

Em Brasília, Wilson Lima e Wilson Witzel reúnem-se com direção do PSC

Governador eleito aproveitou para tratar com deputados federais sobre a Zona Franca e a BR-319; à tarde, Lima encontrará Eduardo Bolsonaro para reforçar demandas 07/11/2018 às 11:43
Show whatsapp image 2018 11 07 at 11.26.04 c00890b4 a53f 4d4b 9b92 66cb641a994c
(Foto: Divulgação)
Antônio Paulo Brasília (DF) - Sucursal

A direção nacional do Partido Social Cristão (PSC) reuniu na manhã de hoje, na Câmara dos Deputados, os governadores eleitos do Amazonas e do Rio de Janeiro, Wilson Lima e Wilson Witzel, o senador do Pará, Zequinha Marinho, e deputados federais eleitos para definir as estratégias do partido junto ao governo federal. A reunião no PSC foi a primeira agenda do dia de Wilson Lima em Brasília.

“O presidente do PSC, pastor Everaldo Dias, reuniu os eleitos pelo partido para reafirmar o nosso compromisso e continuar lutando pelo Brasil e pelos nossos estados. O PSC nos estende a mão e se coloca à disposição para atender os pleitos dos dois estados que têm governadores, o Amazonas e o Rio de Janeiro”, disse Wilson Lima.  

O novo governador do Amazonas aproveitou o encontro para conversar com parlamentares de outros partidos que estavam presentes na reunião. Com Márcio Labre (PSL-RJ), Wilson Lima falou da posição estratégica do Amazonas principalmente com relação à Zona Franca de Manaus e a pavimentação da BR-319 (Manaus-Porto Velho).

“O Amazonas é estratégico para o Brasil é para o mundo. A gente precisa fazer com que o estado do Amazonas seja respeitado e que tenha voz no Congresso Nacional e junto ao governo federal”, declarou o governador eleito.

Encontro com Bolsonaro 

Ainda nesta quarta-feira, Wilson Lima tem encontro marcado com o filho do presidente eleito, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), e com o governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB-AM).

“O presidente Bolsonaro está com uma agenda bastante concorrida, mas hoje à tarde tenho um encontro com filho dele, o Eduardo Bolsonaro, para a gente encaminhar alguma coisa nesse sentido, pelo menos fazer uma ligação para o presidente eleito. Mas, a ideia é a gente conversar com o Bolsonaro para que a gente possa adiantar esses pleitos, pois, ele já demonstrou por muitas vezes o seu carinho e respeito pelo Amazonas e o seu entendimento sobre o posicionamento estratégico que  é o estado do Amazonas para o Brasil e para o mundo”.

Publicidade
Publicidade