Sábado, 05 de Dezembro de 2020
NOVO SUPERINTENDENTE

Em cerimônia de posse, Polsin defende ampliação da ZFM para outros segmentos da indústria

General destacou, durante discurso, a importância da bioindústria e disse que pretende atrair novos setores, como serviços e agronegócio, para fortalecer o modelo



GENERAL-ALGACIR-ANTONIO-POLSIN-SUFRAMA-2_C11D1E2E-04C1-453D-B8D7-1D9F96FB9F2F.jpg Foto: Divulgação
17/06/2020 às 16:29

Por Lucas Vasconcelos

Em discurso durante a cerimônia de posse virtual na tarde desta quarta-feira (17), o novo superintendente da Suframa, general Algacir Polsin, afirmou que pretende buscar outros segmentos da indústria para a região, atraindo novos setores como serviços e agronegócio para o fortalecimento da matriz econômica da Amazônia.



Além disso, o novo superintendente também agradeceu a recepção que teve no Amazonas, após ser nomeado para ocupar o cargo deixado pelo coronel Alfredo Menezes. “Estou seguro que essa energia da integração de todos os setores da região tem grande potencial para trazer sempre bons frutos para o bem da Amazônia e da sociedade. Pelo que tenho visto até o momento, percebo uma equipe coesa e bem alinhada com meus pensamentos.”, disse.

Algacir Polsin também comentou sobre iniciativas que serão fundamentais para reerguer a economia do Estado, fragilizada pela pandemia. “Destaco a importância da bioindústria. E a necessidade de tiramos o máximo proveito do CBA [Centro de Biotecnologia da Amazônia]. Sei que estamos passando por uma pandemia causa pelo Covid-19, que impactou fortemente a região, o país e o mundo todo. Mas entendo que a fase crítica já está passando, particularmente aqui no Amazonas. Devemos entender que a crise também gera oportunidades”, destacou.

O governador Wilson Lima (PSC) esteve virtualmente presente na solenidade, que foi transmitida pela Suframa em seu canal no YouTube. Ele ressaltou a importância da proteção do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM),  assim como a necessidade de abertura de novas atividades industriais.

“É necessário reconhecer a importância nesse modelo e quanto ele precisa ser preservado. Temos muitas batalhas pela frente. É de suma importância manter a competitividade das empresas no Amazonas para que a permanência delas seja sustentável, assim como também atrair novas empresas para o pólo industrial. Destaco a implantação do distrito bio-agro-industrial de Rio Preto da Eva, que a Suframa estava construindo. Esse é um exemplo fundamental para que façamos o encontro do setor primário com a indústria”, ressaltou.

Wilson Lima também comentou sobre o papel fundamental da Zona Franca de Manaus para manter a economia da região funcionando no período de crise atual.

“Nós esperamos que os incentivos do Pólo Industrial de Manaus sejam mantidos da Reforma Tributária que se inicia, é preciso que tenhamos esse foco de recuperação das atividades econômicas. Especificamente a ZFM tem um papel fundamental nesse processo. Quando tomei medidas restritivas devido a pandemia, eu tive o cuidado de não fechar a Indústria. Apenas 30% das atividades industriais pararam, sendo opção de cada uma das empresas por conta da falta das demandas. Ou seja, 70% da atividades da Indústria foram essenciais para manter a economia do Amazonas”, comentou.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.