Terça-feira, 11 de Agosto de 2020
cpi da saúde

Em CPI, Carla Pollake nega ter apresentado Simone Papaiz para a cúpula da Susam

A jornalista e assessora também negou estar à frente do programa “Anjos da Saúde”, posto em prática pela Susam. Segundo ela, consultorias de imagens feitas para Wilson Lima foram ocasionais e sem remuneração



pollake_2B828B7E-EB33-4A85-9015-400CFD29784F.JPG Foto: Reprodução/Internet
06/07/2020 às 14:21

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde na manhã desta segunda-feira (6), a jornalista Carla Pollake negou que tenha apresentado a hoje secretária de Saúde, Simone Papaiz, para a cúpula da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), durante reunião na Casa Civil do Estado. Pollake também negou estar à frente do programa “Anjos da Saúde”, desenvolvido pela Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades), e posto em prática pela Secretaria de Saúde do Amazonas.

A consultora de imagem foi citada em depoimentos do ex-secretário executivo da Susam, João Paulo, preso na Operação Sangria da Polícia Federal, e do ex-titular da pasta, Rodrigo Tobias.



Segundo a marqueteira, Wilson lhe pediu que mostrasse para o “pessoal quem era a doutora Simone e aí eles vão continuar os trabalhos e vão para outro lugar”. Para ela, era uma situação “tão corriqueira” que não “teria esse peso” de supostamente encabeçar uma reunião sem a presença do governador, conforme apura a CPI.

Pollake disse que acompanhava reuniões com o secretariado junto com o governador Wilson Lima a pedido dele, “para analisar a postura de Wilson”, uma vez que, segundo Carla, “Wilson se preocupava com que tipo de palavra usar” apenas para assessorá-lo sem qualquer ingerência nas reuniões.

Ao ser questionada pelos membros da CPI sobre a reunião que supostamente teria encabeçado, a consultora afirmou que estavam na reunião alguns membros da Cúpula da Secretaria de Saúde e a então secretária de Comunicação, Daniela Assayag.

Pollake negou que o trabalho de consultoria prestado ao governador na área de imagem fosse remunerado. De acordo com a jornalista, as consultas eram “ocasionais”, feitas por “Whatsapp” e “mensagem”.

“Por ele pensar em coisas políticas, ele, várias vezes, me perguntava, Carla é por aqui ou por ali, aí a gente conversava mesmo e sentávamos em São Paulo. Depois que ele ganhou as eleições, ele me convidou mesmo, para fazer parte da equipe”, explicou negando ter aceitado o convite.

Cartão de consultora

O deputado Wilker Barreto (Podemos) apresentou na CPI uma imagem de um suposto cartão de consultoria com o nome de Carla Pollake com dados pessoais e identidade visual do Governo do Amazonas.

A jornalista negou ser o cartão de visita dela. Pollake explicou que “seria bom poder falar com outros clientes que eu faço uma consultoria de imagem...enfim pessoal, para um governador”.

Carla disse que tinha autorização do governador para usar o cartão de consultoria. “Autorizou que falar que sim que eventualmente conversava com ele, dava sugestões”, afirmou.

Anjos da Saúde

A jornalista disse que o único contato que teve com o programa “Anjos da Saúde” foi no sentido de imagem ao ser consultada pelo governador se “seria viável à imagem dele” apresentar o programa durante a pandemia. Pollake disse que lhe foi enviado um arquivo em PDF pelo Whatsapp por Lima.

Governador Wilson Lima (PSC) anunciou o "Anjos da Saúde" em abril deste ano. O programa foi lançado durante uma live transmitida pelas redes sociais do Governo. Com o programa, o Governo pretendia trazer humanização ao atendimento na saúde pública durante a pandemia do novo coronavírus.

Pollake disse que à época que analisou que o projeto seria “positivo para imagem dele”. Ainda conforme a jornalista, um dia antes da posse da secretária Simone Papaiz, se reuniu com a secretária e na ocasião Papaiz lhe perguntou sobre o “Anjos”.

“O Governador me falou de um projeto, falou que você lá na frente olhou o projeto… ponto positivo. Ele falou que é uma coisa que ele quer investir que vai ser boa para população. Falei um pouco o que eu achava do projeto. E ela teve afinidade com o projeto, bacana, vou conversar com ele para ver se posso anunciar o projeto amanhã na minha fala”, afirmou Carla.

Pollake reconheceu que fez uma ligação ao ex secretário Rodrigo Tobias à pedido de Lima para tratar do “Anjos da Saúde”. Ela disse que estranhou. “Liga pro Tobias, eu falei governador, como vou ligar para uma pessoa que não tenho contato?”


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.