Sábado, 25 de Maio de 2019
Manaus

Em defesa dos botos

Orgãos ambientais do Amazonas estudam a adoção de restrições para exploração comercial com fins turísticos dos animais



1.jpg
A exploração dos botos por hotéis e empresas é uma prática comum no AM
19/01/2013 às 21:18

O uso de botos em atividades comerciais como o turismo, a exemplo do que vem acontecendo no Município de Novo Airão, a 115 quilômetros de Manaus, passará a ser visto de forma mais cautelosa por parte de pesquisadores e ambientalistas. Isso porque está em apreciação, pelos órgãos ligados ao meio ambiente no Estado, uma minuta que deverá impor normas técnicas de conduta a quem atuar nesse ramo.


Apesar de a atividade ser reconhecida em algumas comunidades, como na Estação Ecológica de Anavilhanas, em Novo Airão, sob a responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o principal desafio dos pesquisadores é fazer com que os turistas, os órgãos gestores e a população local tenham consciência de que é preciso preservar a espécie para que ela continue sendo um atrativo turístico para a região.

 (A íntegra deste conteúdo você confere na versão impressa do jornal A CRÍTICA)


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.