Publicidade
Manaus
Manaus

Em duas semanas, mais de 400 ruas da Zona Norte são renovadas

As vias e os bairros que estão recebendo os mutirões de obras não estão sendo escolhidos de forma aleatória. O subsecretário de Serviços Básicos da Seminf, Antônio Peixoto, reforçou que é feito um levantamento e um mapeamento das ruas e avenidas para o atendimento e a execução dos serviços 21/06/2015 às 19:31
Show 1
Na primeira quinzena de junho, 412 ruas receberam os serviços na Cidade Nova.
Acritica.com ---

A Prefeitura de Manaus concluiu, neste sábado (20) os serviços do mutirão de infraestrutura no bairro Cidade Nova e comunidades do entorno, na Zona Norte. Em duas semanas de intenso trabalho foram cerca de 460 vias recebendo a operação tapa-buraco, além de recapeamento, recuperação de meio-fio, sarjetas, calçadas e reposição de tampa de bueiros.

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, que acompanhou o último dia de ação, as obras da prefeitura estão se espalhando fortemente nos bairros.

“Queremos atender o máximo de comunidades neste verão, porque os serviços que estamos realizando são importantes para trafegabilidade e, sobretudo, também significam mais qualidade de vida para a população”, afirmou.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), na primeira quinzena de junho, 412 ruas receberam os serviços na Cidade Nova.

Com essa nova estratégia, conforme o secretário do órgão, Alexandre Morais, os distritos de obras se unem e concentram um volume maior de trabalhadores e maquinários no mesmo bairro, proporcionando, assim, maior celeridade na ação.

Aos poucos, a população, antes desassistida, vai se surpreendendo com a qualidade do serviço executado. É o caso de Nilton César, que reside no Mundo Novo há 15 anos.

Ele fiscaliza de perto as ações da prefeitura na rua 1 do conjunto e se diz confiante no trabalho.

"Eu posso dizer que eles - os trabalhadores - invadiram o Mundo Novo para tapar os buracos. Já vi equipes em várias ruas. Eu sei que o serviço vai ficar legal, pois a estrutura que eles estão colocando aqui é para suportar até carretas", comentou o morador.

As vias e os bairros que estão recebendo os mutirões de obras não estão sendo escolhidos de forma aleatória. O subsecretário de Serviços Básicos da Seminf, Antônio Peixoto, reforçou que é feito um levantamento e um mapeamento das ruas e avenidas para o atendimento e a execução dos serviços.

"A nossa cidade possui uma média de 16 mil ruas distribuídas em mais de 60 bairros. São mais de 40 equipes nas ruas diariamente para atender as demandas que chegam por meio do nosso Disk Seminf, da imprensa e, principalmente, das comunidades. Nós temos mapeadas as zonas da cidade e sabemos, exatamente, onde estão as piores demandas para atuarmos em caráter emergencial", explicou Peixoto.

Mutirões nos bairros

Desde o mês passado, os mutirões já passaram pelas vias mais precárias dos seguintes bairros: Jesus Me Deu, Grande Vitória, Nova Vitória, Vale do Sinai, Cidade do Leste, Nova Floresta, entre outros da zona Norte.

Dentro da Cidade Nova receberam infraestrutura os conjuntos: Canaranas, Francisca Mendes, Riacho Doce, Mundo Novo, Sergio Pessoa Neto, Manoa, Boas Novas, Ribeiro Junior 1 e 2, Renato Souza Pinto 1 e 2, Américo Medeiros, Oswaldo Frota 1 e 2 e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Além dessas comunidades, os núcleos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 13, 14, 15, 16, 21, 22 e 23 também foram atendidos.

Mais obras

Os próximos locais que receberão o mutirão de infraestrutura já estão definidos. De 22 a 27 de junho o serviço será levado para a Compensa 1, 2 e 3, Santo Agostinho e Nova Esperança 1 e 2 - todos na zona Oeste.

No mesmo período também serão atendidos os bairros Grande Vitória e Nova Floresta, na zona Leste, além do Santa Etelvina e Santa Tereza, na zona Norte.

Já no período de 29 de junho a 4 de julho os trabalhos se concentrarão no Jorge Teixeira (4ª etapa), começando pela rua Zero, na área da Cidade Alta, avançando pelas ruas Tapajós, Alfazema, entre outras.

Com informações da assessoria


Publicidade
Publicidade