Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Manaus

Em Manaus, 97,4% utilizam a bicicleta para irem ao trabalho

Pesquisa divulga perfil do ciclista manauara; o questionário foi aplicado no mês de setembro, um dos mais quentes do ano na capital amazonense



1.jpg Os números revelaram que 77,8% dos ciclistas de Manaus pedalam cinco dias ou mais por semana
11/12/2015 às 18:33

Manaus é uma das dez cidades brasileiras que integram uma pesquisa inédita que traçou o perfil do ciclista brasileiro. O levantamento foi realizado pela Organização Não Governamental (ONG) Transporte Ativo, em parceria com outras nove instituições que atuam na promoção da bicicleta, o Observatório das Metrópoles e o Programa de Pós-Graduação em Urbanismo (Prourb) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e, na capital amazonense, teve o apoio do movimento Pedala Manaus.

Voluntários foram para as ruas e aplicaram mais de 300 questionários a ciclistas de várias zonas da cidade, das áreas centrais às periféricas, inclusive em pontos que não possuem infraestrutura cicloviária. 

Os números  em Manaus revelaram que 77,8% dos ciclistas pedalam cinco dias ou mais por semana e que 56,6% utilizam a bicicleta como meio de transporte há menos de cinco anos.

A pesquisa apontou ainda  que 33,4% dos ciclistas entrevistados têm renda entre um e dois salários mínimos; e 33,4% têm entre 25 e 34 anos de idade. As entrevistas indicaram, também, que pelo menos 57% dos entrevistados levam entre 10 e 30 minutos em suas viagens de bicicleta, evidenciando a eficiência do modal em curtas e médias distâncias. 



Dos entrevistados, 97,4% utilizam a bicicleta para irem ao trabalho; 83,7% para realizar compras; 67,6% para lazer e 19,7% para irem à escola ou faculdade.

Obstáculos

Quando questionado sobre o que faria o entrevistado pedalar mais, 40,7% disseram “mais segurança no trânsito”, enquanto 38,7% dos entrevistados apontaram “mais infraestrutura cicloviária”, e 12,6% disseram que pedalariam mais “se as ruas e ciclovias fossem mais arborizadas”.

Sobre os principais problemas enfrentados no uso da bicicleta como meio de transporte,  46,4% afirmaram que a falta de respeito dos condutores de veículos motorizados é considerado o principal problema, em segundo aparece a falta de infraestrutura adequada, como ciclovias, bicicletários e outros, com  20,2%.

Ganhos

De acordo com um dos coordenadores do movimento Pedala Manaus, Paulo Aguiar, a pesquisa vai melhorar a percepção sobre o usuário de bicicleta em Manaus e pode contribuir para a formulação de políticas públicas para esse tipo de transporte, uma vez que deixa evidente os principais usos desse modal.

“A partir das demandas e do comportamento dos ciclistas é que podem ser elaboradas políticas de mobilidade para bicicleta. Nesse sentido, a pesquisa traz informações inéditas para Manaus e poderá consolidar ainda mais as discussões sobre políticas cicloviárias na capital. Os principais objetivos foram identificar o perfil de quem usa bicicleta em Manaus e gerar dados importantes e inéditos sobre seus deslocamentos diários e qual o papel que esse modal de transporte desempenha na mobilidade urbana”, disse.

Questionário

Em Manaus, o questionário foi distribuído aos ciclistas na época mais quente do ano: o mês de setembro. Nas demais cidades pesquisadas - São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Brasília, Aracaju e Niterói - era transição do inverno para a primavera. 

Para uma das voluntárias que aplicou os questionários aos ciclistas no Centro de Manaus, Daniele Braz, o que mais o chamou atenção foi a história de ciclistas vindos do interior de bicicleta para trabalhar em Manaus.

Outra situação que chamou atenção da voluntária, foi a higiene das bicicletas usadas pelos merendeiros, as “avós” das food bikes. “Eles usam uniforme, têm o maior cuidado,  que às vezes nem vemos nos lanches convencionais”, comentou.

Pesquisa Nacional

Para traçar o perfil nacional do ciclistas, Organizações Não Governamentais (ONGs) realizaram uma pesquisa simultaneamente em várias cidades levantando dados dos que foram divulgados no final de novembro, em um seminário nacional no Rio de Janeiro (RJ). Em setembro, o movimento Ciclocidade de São Paulo promoveu o lançamento da pesquisa e divulgou os resultados preliminares do perfil coletado em SP, onde comprovou que após a criação de mais de 300 quilômetros de ciclovias, houve um aumento de 40% de ciclistas na cidade.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.