Publicidade
Manaus
Manaus

Em Manaus, av. Djalma Batista é interditada após ameaça de bomba em posto de combustível

Grupo de manejo de artefatos explosivos foi verificar se era bomba o pacote deixado por um assaltante no balcão da loja de conveniência do Posto 700 04/06/2015 às 10:33
Show 1
Tanto a avenida Djalma Batista quanto as vias adjacentes foram interditadas
ACRITICA.COM Manaus

Parte da avenida Djalma Batista e vias adjacências, na Zona Centro-Sul de Manaus, foram interditadas na manhã desta quinta-feira (4) devido uma ameaça de bomba dentro da loja de conveniência do posto de combustível Nº 700. O posto fica na esquina da avenida Djalma Batista com a rua Pará.

O Grupamento de Manejo de Artefatos Explosivos (Marte) da Polícia Militar foi acionado e isolou, por volta das 8h, tanto a Djalma, entre a avenida João Valério e a Casa do Campo, como o acesso pela rua Pará e a rua que fica atrás do Posto 700, a rua Javari. Agentes do Manaustrans estiveram no local controlando o fluxo de veículos.

Segundo a polícia, a suposta bomba era um pacote deixado em cima do balcão da loja de conveniência por um assaltante, que roubou R$ 100 do local durante a madrugada, por volta das 5h30. O suspeito ameaçou explodir tudo caso os funcionários não entregassem o dinheiro.

No assalto, o suspeito rendeu os funcionários da loja, pegou o dinheiro e, mesmo assim, deixou o objeto suspeito em cima do balcão após fugir. Na manhã deste sábado, nenhum funcionário foi encontrado pela reportagem para comentar o ocorrido. A polícia investigará o caso.

Desativação

Por volta das 9h30, o objeto suspeito foi desativado. Um robô motorizado e controlado pelo Marte coletou o pacote e o levou para um local isolado nas proximidades, onde foi desativado. Só a perícia confirmará se era realmente uma bomba. Às 10h, a Djalma e adjacências foram liberadas para circulação.

Publicidade
Publicidade