Segunda-feira, 15 de Julho de 2019
Manaus

Em Manaus, bancas irregulares são retiradas de avenida no Centro após fiscalização

Entre as bancas retiradas, duas já estavam incluídas no projeto Viva Centro Galerias Populares. Segundo a Sempab, ação faz parte do projeto de revitalização e ordenamento do Centro Histórico da capital



1.jpg Bancas retiradas estavam sem autorização ou possuíam vagas em Galerias Populares
16/08/2014 às 20:05

Cinco bancas irregulares foram retiradas da avenida Epaminondas, Centro, durante fiscalização neste sábado (16). Segundo a Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), duas bancas já estavam incluídas no projeto Viva Centro Galerias Populares, outras estavam sem autorização e uma era usada por terceiros.

A ação faz parte do projeto de revitalização e ordenamento do Centro Histórico da cidade e, além da Sempab, contou com a participação da Guarda Municipal e do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

Das cinco bancas retiradas, duas tinham sido colocadas na avenida recentemente e sem autorização. Outra era usada por terceiros e não pelo responsável cadastrado. Os responsáveis pelas outras duas bancas retiradas já estavam incluídos no projeto Viva Centro Galerias Populares, estando um deles no camelódromo provisório Floriano Peixoto 2 e o outro com um espaço na galeria definitiva Espírito Santo, inaugurada no último dia 1.

Além das bancas, também estiveram no foco da operação os ambulantes que trabalhavam vendendo frutas e verduras irregularmente em carrinhos de mão na região. Segundo a Prefeitura, eles foram notificados e deverão comparecer a sede da Sempab, na rua Carvalho Paes de Andrade, bairro São Francisco, Zona Sul, para se regularizarem e buscarem outro local para o trabalho. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.