Publicidade
Manaus
CAMPANHA

Em Manaus, Haddad promete apoio a Zona Franca com indústrias de led e painéis solares

'Sol é o que não falta aqui', brincou o candidato do PT em discurso no Largo São Sebastião. Ele também defendeu o voto nas mulheres 29/09/2018 às 12:44 - Atualizado em 29/09/2018 às 13:08
Nais Campos Manaus

O candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, afirmou, durante discurso para apoiadores no Largo São Sebastião, que pretende transformar a Zona Franca de Manaus em opção atrativa para o mercado internacional. Haddad chegou a Manaus no início da manhã, onde foi recebido com gritos de 'Lula Inocente, Haddad Presidente'. 

"Vou transformar o Amazonas com a implementação de indústrias de led e fabricação de painéis solares", prometeu ele, diante de centenas de apoiadores que acompanhavam o comício. O petista também declarou que vai trabalhar por novas matrizes energéticas para o Estado, como eólica e solar. "Sol é o que não falta aqui", brincou o candidato.

Em defesa da Zona Franca, Haddad afirmou que não bastou a prorrogação do modelo, mas a missão agora é dar continuidade na geração de postos de trabalho. "O Amazonas precisa de trabalho".

Ex-ministro da Educação por sete anos, durante o governo do ex-presidente Lula, Haddad afirmou que vai continuar o trabalho iniciado naquele período e prometeu ampliar a rede de ensino no interior do Amazonas, com a construção de universidades e institutos federais.

No ato, Haddad estava acompanhado da esposa, Ana Estela Haddad, e sem a presença de sua candidata a vice, Manuela D'Ávila (PC do B).   Ao lado da senadora Vanessa Grazziotin  (PC do B), candidata à reeleição, Haddad afirmou que é preciso aumentar a presença feminina no parlamento e chamou atenção para os outros votos do eleitorado. "Tem que saber votar para deputado e para Senador, senão a gente não consegue governar direito".

Publicidade
Publicidade