Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020
CRIME

Em Manaus, PAC do Educandos fica sem portas após ser alvo de furto

Prédio foi invadido no fim de semana e, além do furto das portas do banheiro, teve parte do teto destruída uma parte do teto foi destruída e as portas dos banheiros foram todas furtadas



pac_educandos_67842DFF-FC16-47F2-B0E0-F78321A97D87.JPG Foto: Divulgação
04/12/2019 às 07:53

O Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) localizado na avenida Lourenço da Silva Braga, no bairro Educandos, Zonal Sul de Manaus, foi alvo, mais uma vez, de vandalismo. No último domingo (1º), uma parte do teto foi destruída e as portas dos banheiros foram todas furtadas. A situação foi descrita, na manhã de ontem, pelos moradores do entorno que utilizam diariamente os serviços do estabelecimento.

“Pelo o que sabemos, o PAC será reformado, mas até que isso aconteça, nós vivemos uma situação muito ruim. É uma média de três a quatro furtos por mês e isso vem se estendendo durante anos”, comentou o líder comunitário Gil Eanes Cardozo.

De acordo com os comunitários, no PAC são disponibilizados apenas três serviços: os que cabem à Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), como emissão de identidade, o posto da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran), além de uma reprografia.

“Entraram pelo teto e tiraram todas as portas dos banheiros, isso é depredação do patrimônio público e quem paga o preço? É o usuário. Dessa vez foram só as portas, mas já roubaram a fiação elétrica, a fiação e tubulação do ar condicionado, todo o cabeamento da rede informática, computadores. O que eles podem levar, eles levam”, contou Eanes.  

O eletricista Benjamin Freitas, 55, destaca a importância de se ampliar os atendimentos e principalmente a segurança do local. “Esse PAC é de suma importância devido a sua localização geográfica. Ele atende todas as zonas, além da Sul, até o interior do Estado, porque as pessoas aportam aqui na Feira da Panair e vêm para cá”.

Nádia Belém, 41, que tem uma banquinha de café em frente ao PAC há sete anos, contou ao A CRÍTICA que os funcionários dos órgãos precisam recolher materiais e equipamentos para que evitar roubos nos fins de semana.

Em nota,  a Sejusc afirmou que nas ocorrências foram registradas na polícia, que deverá tomar as medidas necessárias. A pasta ressaltou que vem otimizando os atendimentos realizados nos PACs. Está marcada para a próxima semana uma reunião juntamente com as lideranças da zona Sul, a fim de ouvir a comunidade, as problemáticas e alinhar soluções como a reforma do PAC. 
 



News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.