Publicidade
Manaus
BALANÇO

Em outubro, 214 pessoas foram presas por assaltar ônibus em Manaus, diz SSP-AM

Secretaria informou que em outubro foram realizadas 2.105 abordagens a ônibus urbanos, 4.235 a mototáxis, 27.7 mil a motos e 3.790 a táxis; mesmo com o reforço, ônibus que fazia rota foi assaltado nesta quarta (8) 08/11/2017 às 18:32 - Atualizado em 08/11/2017 às 19:22
Show ssp
Foto: Divulgação/SSP/AM
acritica.com Manaus (AM)

As forças de segurança pública do Amazonas prenderam 214 pessoas por assaltos a ônibus, em Manaus, em outubro, segundo estatísticas da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Desde o mês passado, as operações integradas de segurança foram reforçadas e a Operação Catraca, exclusiva para o combate aos roubos nos coletivos, alternativos e rotas das empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), passou a atuar com barreiras fixas e monitoramento dos veículos com abordagens surpresa.

Sobre o reforço no policiamento, a SSP-AM afirmou que as mudanças foram determinadas pelo secretário de segurança e vice-governador, Bosco Saraiva. De acordo com o órgão, a Operação Catraca realizou em outubro 2.105 abordagens a ônibus urbanos, 4.235 a mototáxis, 27.7 mil a motos e 3.790 a táxis.

“A tendência é intensificarmos a Operação Catraca e reitero o pedido de paciência aos passageiros, tanto dos urbanos, quanto de transporte especial. Cada paralisação que a polícia faz é para proteger o trabalhador e cidadão de bem”, disse Saraiva.

O número de prisões de envolvidos em assaltos a ônibus cresceu 336%, em outubro, na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados da SSP, entre janeiro e outubro de 2017, foram feitas 1.242 prisões em decorrência do crime. Em todo o ano de 2016, foram 518 prisões.

Mesmo com o reforço, assaltantes encapuzados invadiram um ônibus que fazia rota para uma fábrica do Distrito Industrial e roubaram funcionários, na manhã desta quarta-feira (8), no bairro Tancredo Neves, na Zona Leste. O coletivo da empresa Transena transportava 20 empregados de uma empresa do PIM.

Integração

O trabalho da Operação Catraca envolve as Companhias Interativas Comunitárias de cada bairro e o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que atualmente está 90% dedicado ao assunto, segundo a SSP-AM, ciclopatrulhando os ônibus e fazendo abordagens preventivas.

Dinamismo

O efetivo policial monitora os veículos dentro do mapa criminal de assaltos identificado pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), com base no registro de ocorrências, e intensifica o policiamento. Em outubro, foram registrados 358 roubos a ônibus em Manaus, uma redução de 5,7% na comparação com o mesmo mês de 2016.

Publicidade
Publicidade