Domingo, 26 de Janeiro de 2020

Em procissão, multidão de católicos homenageiam padroeira do Amazonas

Mais de 50 mil de católicos percorreram ruas do Centro de Manaus na tarde deste domingo (8) durante a procissão da padroeira de Manaus e do Amazonas, Nossa Senhora da Conceição



WhatsApp_Image_2019-12-08_at_17.14.46_B493B43B-606A-41DE-8435-9FC19D345F60.jpeg Foto: Jair Araújo
08/12/2019 às 17:27

Com mensagens em defesa dos povos da Amazônia,  ao direito à terra e de preservação dos recursos naturais, a procissão de Nossa Senhora da Conceição, padroeira do Amazonas, reuniu cerca de 20 mil pessoas no Centro de Manaus na tarde de hoje (8). A imagem saiu da Catedral Metropolitana, na Praça da Matriz, pouco antes das 17h e percorreu as avenidas 7 de Setembro, Joaquim Nabuco, 10 de Julho e Eduardo Ribeiro, onde foi realizada uma missa campal.

De acordo com o padre administrador da casa dedicada à padroeira, Orlando Barbosa, a figura de Nossa Senhora da Conceição guarda várias semelhanças com a mulher amazonense que luta para sustentar a família.

"É um compromisso de toda a Amazônia, com seus povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos", refletiu. Cerca de 8 mil fieis frequentam a Catedral durante a semana, segundo estimativa do padre. 

Barbosa destacou a mobilização da sociedade civil manauara que, no final da década de 1940, promoveu um abaixo-assinado para consagrar Nossa Senhora da Conceição a padroeira do Amazonas. O pedido foi acatado pelo Vaticano na década seguinte. "Vamos celebrá-la como Maria, mãe dos povos da floresta, em comunhão com o Sínodo da Amazônia. Vamos assumir com ela um momento novo  para uma ecologia integral", acrescentou Barbsoa.

A massoterapeuta Daiana de Jesus, 28, compareceu à caminhada junto com seus três filhos e o marido para agradecer uma benção concedida por Nossa Senhora da Conceição há exatamente dois anos.
"Morávamos de aluguel na casa da minha tia, na Cidade Nova, e a gente enfrentava dificuldades nesse processo de adquirir o imóvel. Então prometi que, se conseguisse me mudar até o dia 8 de dezembro, eu começaria a participar das procissões", relatou Daiana, paraense radicada em Manaus há dez anos.

A dona de casa Elke Caroline Dutra, 38, trouxe o filho Pedro Gabriel Dutra, que completou 21 anos neste domingo, para agradecer a intercessão pela saúde do rapaz neste ano. Ele sofre de paralisia cerebral e passou três meses internados após contrair H1N1 e pneumonia. 

"Ele foi desenganado pelos médicos. Prometi que, se Deus o devolvesse para mim, eu participaria da procissão", contou.
Os festejos de Nossa Senhora da Conceição começaram na manhã de hoje com missa na Catedral, acolhida das comunidades dos terreiros e terço do ófício da santa.



News d amorim 845c88c9 db97 48fa b585 f1c0cb967022
Repórter de Cidades
Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Além de A Crítica, já atuou em uma variedade de assessorias de imprensa e jornais, com ênfase na cobertura de Cidades e Cultura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.