Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
DISPUTA CRIMINOSA

Em resposta ao conflito de facções, SSP diz que prendeu 67 pessoas em 5 dias

Disputa entre as facções criminosas rivais Comando Vermelho e Família do Norte causou diversos tiroteios durante esta semana em Manaus



show_opera__o_pilar_62CA6495-3A2D-414B-A734-0D5B52A6EF4C.JPG Foto: Arquivo/Ac
18/07/2019 às 20:39

Conflitos entre as facções criminosas Família do Norte (FDN) e Comando Vermelho (CV) causaram diversos tiroteios nos últimos dias na cidade de Manaus. Os locais mais afetados são a comunidade do Cajual, no Bairro Santa Luzia, na Zona Sul, e os bairros e comunidades próximas.

Segundo informações da Força Tática da Polícia Militar, na madrugada de sábado (13), um grupo armado, que seria do CV, invadiu o Prosamim do Cajual, no Bairro Santa Luzia e tomaram o ponto de venda de drogas. Na segunda-feira (15), dois homens armados, que seriam da FDN, foram até o local e atiraram contra duas pessoas que não foram identificadas. Essas duas pessoas foram levadas ao Serviço de Pronto Atendimento da Zona Sul para serem atendidas.

Quando os dois estavam fugindo da tentativa de homicídio, Policiais da Força Tática os perseguiram e trocaram tiros com a dupla. Eles se juntaram a mais dez homens e a troca de tiros só parou quando a munição do grupo criminoso acabou. Durante a ação, a Força Tática prendeu sete pessoas e apreendeu armas e munições.

Na madrugada desta quinta-feira (18), vídeos que circulam nas redes sociais mostram mais um tiroteio no local. Membros do CV andavam pelas ruas e vielas atirando e exaltando a facção criminosa. Esse ato seria uma resposta ao ataque da FDN na segunda-feira (15). Moradores informaram que na madrugada foi possível ouvir vários tiros no local. Não há informações sobre vítimas desse tiroteio.

Em duas ocorrências nesta madrugada de quinta (18), a Força Tática prendeu sete homens e apreendeu oito armas de fogo nos bairros Raiz e Betânia. Segundo informações da Polícia Militar, esse grupo estava se preparando para eliminar rivais de outra facção criminosa.

Segundo o Comandante da Força Tática, Major Igor Martins, a Polícia recebeu denúncias que um grupo estava planejando executar desafetos de uma facção criminosa rival, supostamente pela disputa de território de tráfico de drogas e estaria fugindo a pé pelas ruas de diversos bairros.

Raimundo Monteiro de Souza, de 26 anos; Rodrigo Bentes de Araújo, 21, Leonardo Carvalho Honório, 21, João Victor Pereira Batista, 22 anos, e Wellington Expedito Mendes da Silva, 23,foram presos em uma área de mata na Rua Ipiranga, no bairro Raiz, e Hugo Gomes Barbosa, 25 anos, e Jean Rodrigues da Silva, 38 anos, foram presos na Rua Adalberto Vale, Bairro Betânia, ambos na Zona Sul de Manaus.

Com eles foram apreendidos cinco revólveres de calibre 38 e 32, um rifle ponto 30, uma espingarda calibre 12, 60 munições desses calibres, três coletes balísticos e até lançador de granadas e artefatos explosivos. Na manhã de quinta-feira (18), o Grupamento Marte desativou os explosivos no estacionamento da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) no Bairro Praça 14, Zona Sul.

Resposta da Secretaria de Segurança

Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), diante dos conflitos entre grupos criminosos, a atuação da Polícia Militar foi Intensificada e, desde o fim de semana até esta quinta-feira (17), foram apreendidas vinte armas e 67 pessoas foram presas.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, afirmou que os policiais estão nas ruas para “dar um basta aos chamados bondes” e determinou firmeza no combate aos grupos criminosos.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.