Publicidade
Manaus
Manaus

Em Tabatinga (AM), PF apreende seis quilos de entorpecentes em dois dias

Mesmo sem a prisão dos envolvidos no transporte da carga, o delegado da PF no município de Tabatinga (distante 1.607 km de Manaus), Gustavo Pivoto, disse estar satisfeito com o resultado da Operação Sentinela 11/09/2013 às 18:19
Show 1
Ainda segundo os policiais, pessoas que estavam próximas a droga disseram não conhecer o proprietário do material
acritica.com Manaus (AM)

O aperto das fiscalizações da Polícia Federal (PF) nas embarcações que saem dos municípios localizados em áreas de fronteira, com destino à Manaus, resultou na apreensão de aproximadamente dez quilos de entorpecentes, entre essa terça-feira (10) e quarta-feira (11).

Mesmo sem a prisão dos envolvidos no transporte da carga, o delegado da PF no município de Tabatinga (distante 1.607 km de Manaus), Gustavo Pivoto, disse estar satisfeito com o resultado da Operação Sentinela.

“Aumentamos a rigidez das fiscalizações, principalmente nas embarcações tanto de carga quanto de recreio, isso tem nos dado um bom resultado. Esperamos aumentar a quantidade de drogas apreendidas”, disse à reportagem do portal acrítica.com.

Segundo Pivoto, cinquenta policiais federais estão em plena atividade em Tabatinga, quatorze deles especialmente voltados para a Operação.

Apreensões

Na apreensão de terça-feira, a Polícia Federal encontrou cerca de dois quilos e oitocentas gramas de entorpecentes, que seria provavelmente cloridrato de cocaína e estavam em uma mala guardada dentro de uma rede, armada nas instalações de uma embarcação identificada como "Itapuranga".

De acordo com policiais da Operação Sentinela, o barco tipo recreio foi inspecionado ainda no porto da cidade, que faz fronteira com a Colômbia. Ninguém foi preso, já que o dono da rede não pode ser identificado.

Ainda segundo os policiais, pessoas que estavam próximas a droga disseram não conhecer o proprietário do material.

Já no início da tarde desta quarta-feira, foram achados três quilos e duzentas gramas de pasta base de cocaína, jogados no porão da embarcação M. Monteiro, que sairia de Tabatinga com destino à Manaus.

Conforme informações do delegado, o entorpecente estava envolto em fita adesiva verde e jogado no canto do compartimento, que estava lotado de carga.

“Estamos apurado a quem pertencia o material. Nos dois casos, liberamos as embarcações para que seguissem viajem, já que não constatamos nenhuma ligação dos responsáveis pelo barco com o tráfico. É mais comum que tripulantes recebam determinadas quantias para transportar o material”, explicou.

Publicidade
Publicidade