Domingo, 15 de Dezembro de 2019
NEGÓCIOS

Embaixadores Árabes terão encontros com políticos e empresários do AM

Integram a delegação o chefe da divisão do Oriente Médio do Itamaraty, Leandro Vieira Silva, o vice-presidente Administrativo da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Mohamed Mourad, e o secretário-geral da entidade, Tamer Mansour



1532644_259DB996-EE64-43DC-822B-32B0461FA923.jpg Foto: Marcos Carrier
11/11/2019 às 08:23

Nove diplomatas árabes de países do Levante e do Norte da África baseados em Brasília desembarcaram ontem em Manaus para uma visita que se estende até amanhã. Os objetivos da visita são conhecer a cidade e ver de perto as particularidades do Amazonas, seus produtos e potencialidades para os negócios e outras áreas de cooperação. 

A missão conta com os embaixadores da Palestina, Ibrahim Alzeben, da Mauritânia, Wagne Abdoulaye, do Marrocos, Nabil Adhoghi, da Tunísia, Mohamed Hedi Soltani, do Sudão, Abdelmoneim Ahmed Alamin Elhussain, do Egito, Wael Ahmed Kamal Aboul Magd, da Liga dos Estados Árabes, Qais Marouf Kheiro Shqair, e com os encarregados de negócios da embaixada da Jordânia, Mutazz Khasawneh, e da Líbia, Osama Ibrahim Ayad Sawan.



Integram a delegação o chefe da divisão do Oriente Médio do Itamaraty, Leandro Vieira Silva, o vice-presidente Administrativo da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Mohamed Mourad, e o secretário-geral da entidade, Tamer Mansour.

“Estas visitas abrem espaço para ideias, parcerias e a possibilidade de trocas e investimentos. Ao longo destes anos, e graças às nossas visitas, muitos projetos e parcerias foram iniciados entre os países árabes e o Brasil. Com a presença do secretário-geral da Câmara Árabe, se facilita esta troca e se agilizam os trâmites de cooperação”, declarou Alzeben, que é também decano do Conselho dos Embaixadores Árabes no Brasil.

Para Mansour, as missões conjuntas da Câmara Árabe e o Conselho dos Embaixadores são de extrema importância para promover as relações entre os países árabes e os estados brasileiros individualmente. “O Amazonas é um estado importante por ser uma porta de entrada aos produtos mais exportados pelos países árabes para o Brasil, como fosfato, fertilizantes e seus derivados, e também por ser o único estado brasileiro que tem uma zona franca que funciona, a Zona Franca de Manaus, que pode ser um gancho para aumentar os investimentos árabes no estado”, disse o secretário-geral.

A programação dos diplomatas inclui reuniões com o governador do estado, Wilson Lima (PSC), com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), e com o superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Alfredo Menezes, além de visita à fábrica da Honda, encontro com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antônio Silva, e participação no seminário “Oportunidades de Negócios e Investimentos entre Manaus e os Países Árabes”.


 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.