Publicidade
Manaus
Manaus

Empresa de ônibus ameaça parar atividades nesta quarta-feira (24)

Na tarde desta terça-feira (23), a empresa teve 40% de sua frota paralisada nos terminais das linhas; nova greve pode ocorrer na quarta-feira (24) porque um dos diretores da empresa teria preparado uma lista de demissões. 23/07/2013 às 22:07
Show 1
Manifestação dos rodoviários
acritica.com Manaus

Noventa e cinco ônibus com Rodoviários da empresa de transporte coletivo Vega saíram em comboio da Avenida das Torres, na Zona Norte de Manaus, em direção a Avenida do Turismo, Zona Oeste para uma nova manifestação dos rodoviários, por volta das 19h desta terça-feira (23). Às 20h eles pararam os coletivos em frente da garagem da empresa, na estrada do Tarumã em protesto.

Os funcionários da empresa ameaçam fazer greve nesta quarta-feira (24). Segundo eles, a iniciativa partiu de membros da empresa, e não possui vínculo com o sindicato dos rodoviários. Eles alegam que sofrem assédio moral e pedem a saída de um dos diretores, responsável pelo gerenciamento de tráfego, identificado como Marco Antônio.

“O senhor Marco Antônio informou a um de nossos companheiros, após a reunião com o Sinetram onde ficou acertado o pagamento do Vale para amanhã (quarta-feira) que tem uma lista de demissões pronta por causa da nossa paralisação de hoje (terça-feira). Inclusive o meu nome é o primeiro da lista. É um senhor que não conversa conosco quando vamos lhe procurar, nos humilha constantemente, nos dá suspensões indevidas e é sempre muito arrogante quando vem tratar de alguma coisa. Ele precisa ir embora senão não iremos colocar os ônibus na garagem”, disse o rodoviário Félix Silva.

O diretor da empresa, Haroldo Cielho foi procurado e não quis falar com a imprensa. “Tenho assuntos mais sérios no momento, depois, quem sabe”, disse à reportagem.

Um membro do Sindicato dos Rodoviários presente na ocasião, Nadiel Silva, organizou um documento com um abaixo assinado para que a empresa seja forçada a demitir o gerente de tráfego. “A lista não será entregue à empresa, ela será apresentada em assembleia na presença do prefeito, do nosso sindicato e do Sinetram”, afirmou.

Tarde

Na tarde desta terça-feira (23), a empresa teve 40% de sua frota paralisada nos terminais das linhas, em sua maioria localizados no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus. Entre as linhas atendidas pela empresa, estão as de número 608, 609, 612, 613 e 614.

Publicidade
Publicidade