Publicidade
Manaus
'olha o gato'

Empresário é preso em flagrante por furto de energia na zona leste de Manaus

Empresa teve energia cortada em 2009 por dívida de R$ 17 milhões, mas fazia ligações clandestinas para continuar com o fornecimento, segundo a polícia 29/11/2016 às 18:01
Show 4
Empresa fica localizada no Mauazinho e teve 'gato' de energia cortado (Foto: Divulgação)
acritica.com* Manaus (AM)

Uma empresa  chamada Nitron, que atua na comercialização de gases industriais e hospitalares, localizada na Rua Rio Mutuzinho, bairro Armando Mendes, zona Leste da capital, foi flagrada por furto de energia por uma equipe da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS).

A ação ocorreu após o recebimento de denúncia anônima feita ao Ministério Público Federal (MPF), posteriormente encaminhada ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM). Em seguida, representantes dos órgãos requisitaram a instauração de um inquérito policial para apurar a prática de furto de energia pela empresa, na zona Leste. 

Conforme o delegado Felipé , a equipe da DECFS, em conjunto com a concessionária Eletrobras Distribuição Amazonas, realizou levantamento preliminar que constatou a prática ilícita. Segundo Felipe Vasconcelos Dias, o estabelecimento comercial teve o fornecimento de energia interrompido em outubro de 2009, devido ao não pagamento de uma dívida no valor de R$ 17 milhões, mas continuava ligado à rede pública, por meio de ligações clandestinas.

“Durante a operação desencadeada na manhã desta terça-feira, em parceria com peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) e técnicos da concessionária de energia, a equipe de investigação da especializada confirmou a existência de duas ligações elétricas irregulares, que eram fontes de energia para o prédio administrativo. No local, o administrador Fábio Assunção Soares, 35, foi identificado como responsável pela empresa e recebeu voz de prisão, em flagrante, pelo crime de furto de energia”, esclareceu Dias.

O delegado titular da DECFS ressaltou a importância da participação da sociedade, por meio dos canais de atendimento dos órgãos envolvidos na apuração desse tipo de delito, realizando denúncias aos números da especializada: (92) 3622-7303 ou 3622-7837. Felipe destaca que as delações podem ser feitas, ainda, diretamente aos funcionários da Eletrobras Distribuição Amazonas.

Após a realização dos serviços técnicos e periciais, as ligações clandestinas foram desativadas e o fornecimento irregular de energia interrompido. Fábio foi autuado em flagrante por furto de energia. O infrator pagou fiança arbitrada no valor de R$ 50 mil e foi liberado para responder pelo crime em liberdade.

*Com informações de assessoria

Publicidade
Publicidade