Publicidade
Manaus
BUSCAS

Encontrados dois corpos de desaparecidos após ataque de piratas no igarapé do Tarumã

A suspeita é as vítimas tenham sido obrigadas a pular de uma embarcação em um ataque de piratas no local. Resta ainda uma vítima desaparecida 17/02/2018 às 17:51 - Atualizado em 17/02/2018 às 17:58
Show 2847c52d 64f2 47f5 8798 127357dbd358
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Corpos de dois homens que estavam desaparecidos desde ontem (16) foram encontrados na tarde deste sábado (17) no igarapé do Tarumã, na orla Oeste de Manaus, nas proximidades da comunidade Nossa Senhora de Fátima. A suspeita é as vítimas tenham sido obrigadas a pular de uma embarcação em um ataque de piratas no local. Polícia Civil e Corpo de Bombeiros participam das buscas. Resta ainda uma vítima desaparecida.

A informação foi confirmada pelo soldado Denis Ferreira, do Corpo de Bombeiros. Segundo ele, as duas vítimas encontradas ainda não foram identificadas. Elas foram encaminhadas para o Instituto Médico Legal (IML). “No início não havia um ponto exato (de buscas) nem embarcação, uma vez que esta teria sido subtraída. A equipe de mergulho faz as buscas em varredura. (O fato de) encontrar esses corpos ajuda a delimitar uma área de ação”, ressaltou o soldado.

As buscas deste sábado (17) foram encerradas por volta das 17h30 devido aos ventos fortes na região e também à baixa luminosidade do entardecer. A previsão é que as equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros e de investigadores da Polícia Civil retomem os trabalhos no início da manhã deste domingo (18). “A determinação do comandante-geral do CBMAM (Corpo de Bombeiros) é antecipar o início das buscas no dia de amanhã”, disse o soldado Denis Ferreira.

Desaparecidos

Três homens desapareceram na noite de ontem (16) após caírem de uma embarcação no igarapé do Tarumã, nas proximidades da comunidade Nossa Senhora de Fátima, em um suposto ataque de piratas no local. Segundo o Corpo de Bombeiros, os desaparecidos haviam sido identificados previamente como Jardel, Cristiano e Márcio.

Segundo informações do soldado Denis Ferreira, dos bombeiros, os três homens estavam na embarcação acompanhados de uma quarta pessoa não identificada e foram obrigados a pular na água pelos supostos piratas, mas apenas a pessoa não identificada conseguiu nadar até a margem do rio e se salvar.

Publicidade
Publicidade