Domingo, 19 de Maio de 2019
TERCEIRIZADOS

Enfermeiros e técnicos da Saúde protestam cobrando salários atrasados

Grupo realizou manifestação em frente à sede da Secretaria de Saúde (Susam) na manhã desta terça-feira (7). Governador afirmou que empresas "estão sendo pagas em dia"



SA_DE_7C5A61E6-BE3B-4E15-A252-7A6EA1837104.jpg
Foto: Euzivaldo Queiroz
07/05/2019 às 11:20

Enfermeiros e técnicos de enfermagem fizeram um protesto cobrando salários atrasados na manhã desta terça-feira (7). Os trabalhadores de empresas terceirizadas alegam cinco meses sem pagamentos. Em pronunciamento na sede do Governo, o governador Wilson Lima (PSC) disse que as empresas “estão sendo pagas em dia”.

A manifestação começou por volta das 8h e reuniu cerca de 150 pessoas. O grupo chegou a bloquear os dois sentidos da avenida André Araújo, Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. A movimentação foi acompanhada pela Polícia Militar.

Os funcionários contam que fazem parte de 10 empresas terceirizadas. Os trabalhadores atuam em hospitais públicos de Manaus, como é o caso da técnica Karina Souza, que exerce a função na Fundação Adriano Jorge. Ela afirma que a empresa Souza Nogueira – responsável pelo serviço de enfermagem – alega não ter recebido nenhum repasse do governo.

“Perdi minha bolsa da faculdade por falta de pagamento. Estou com uma dívida enorme e devendo dois meses de aluguel. Estou vivendo de doações. Tem colegas nossos que estão pagando pra ir trabalhar. É uma vergonha”, diz ela.

A técnica Rose Ribeiro afirma que está há três meses sem pagamentos, e a empresa Nurses diz “não ter previsão” para pagar os funcionários. “É uma situação muito chata porque as pessoas vão na porta da casa do trabalhador e cobram, e aí eles pensam que já recebemos. O nosso objetivo é receber o nosso salário em dia”.

A técnica Iraci Melo trabalha na Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e diz que desde janeiro os colegas estão sem pagamento.

“Nós que somos mães de família estamos com aluguel atrasado, faculdade atrasada, filhos doentes. Inclusive tenho uma filha que faz tratamento de oncologia com câncer de mama. Estou prestes a ser despejada porque não consigo pagar aluguel”, diz ela.

Empresas estão sendo pagas, diz Wilson

Em pronunciamento na sede do Governo na manhã de hoje, Wilson Lima foi questionado sobre a manifestação dos enfermeiros e técnicos. Segundo ele, as empresas terceirizadas estão sendo pagas.

“Estamos pagando em dia todas as empresas e cooperativas da área da saúde e os números estão aí disponíveis, os dados estão disponíveis no Portal da Transparência. Com relação à manifestação que acontece agora, tem um problema específico em questão burocrática. Temos um problema que tivemos que mudar a fonte de pagamento do fornecedor. Tão logo essa questão burocrática seja resolvida a empresa vai receber, mas seria interessante os trabalhadores procurarem a empresa para saber como funciona esse procedimento”, disse Wilson.

A reportagem aguarda um posicionamento da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) sobre o protesto e reivindicação dos trabalhadores.

News neto bd12a5ae eda4 4207 9d84 b31319daf9e8
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.