Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
publicidade
Manaus

Enquanto policiamento some, bandidos batem recorde de assaltos na Zona Leste de Manaus

Secretaria de Segurança Pública afirma que novas viaturas do programa Ronda no Bairro estarão atuando em breve na região. Enquanto isso, o que resta para a população é conviver com o medo



1.gif
Depois de chegar ao ponto de ser feita refém, família dona deste bar ouviu pedido de compreensão por parte da polícia
publicidade
publicidade
06/04/2015 às 11:16

Esta semana a reportagem do MANUAS HOJE foi às ruas saber das pessoas como convivem com o medo diário de ser vítima de um assalto, de uma bala perdida ou até mesmo de um sequestro relâmpago. Em alguns bairros da Zona Leste, as pessoas precisaram colocar grades ou câmeras de segurança em seus estabelecimentos comerciais para tentar conter a ação de criminosos. Também é fácil encontrar casas com altos muros e cerca elétrica, pessoas que tentam proteger suas famílias como podem. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirma que novas viaturas do programa Ronda no Bairro estarão atuando nas ruas para ajudar a conter a criminalidade, mas a previsão é que isso só se complete em dois meses. Enquanto isso, o que resta para a população é esperar.

A microempresária Mônica Barbosa, 46, já foi assaltada, pelo menos, 14 vezes. Da última vez, dois homens armados invadiram seu estabelecimento comercial que fica no Conjunto Castanheira, Zona Leste da cidade. Ela, o esposo, Delane Farias, 67 e os dois filhos foram amarrados e feitos de reféns por alguns minutos. Por sorte, o esposo de Mônica conseguiu soltar-se e defender a família. Logo após esse assalto, os comerciantes resolveram colocar câmeras de segurança e grades no estabelecimento comercial. O casal ainda contou que desde junho do ano passado as viaturas do Ronda no Bairro estão em menor quantidade pelas redondezas. “No início do Ronda no Bairro era muito bom, tinha viatura passando toda hora. Mas desde junho reduziu muito”, contou Delane.

publicidade

Ainda segundo eles, na semana passada, houve uma reunião entre os comerciantes da área e alguns policiais para pedir um pouco mais da compreensão dos comerciantes e moradores, pois eles estavam apenas com uma viatura e duas motos para atender, pelo menos, os bairros Castanheira, Zumbi, Novo Reino e Grande Vitória, de uma só vez.

Paciência com o Ronda no Bairro

Sabendo da falta de viaturas do programa Ronda no Bairro nas ruas, a equipe de reportagem do MANAUS HOJE foi até o chamado “cemitério” do Ronda. Num terreno, com altos muros, mas sem segurança alguma, localizado na Rua 6, Conjunto Shangrilá 4, no bairro Parque 10, Zona Centro-Sul de Manaus, encontramos mais de 20 viaturas há meses expostas à sol e chuva. Alguns aparentemente em bom estado, apenas precisando de alguns reparos. Por telefone, a assessoria da Secretaria de Segurança Pública informou que o terreno pertence à empresa Delta e que essas viaturas não são mais de responsabilidade da Secretaria. O secretário de Segurança Pública, Sergio Fontes, afirmou que a previsão é colocar nas ruas cerca de 700 viaturas em Manaus e Região Metropolitana. Mas no final de junho.

publicidade
publicidade
Homem que matou vizinho em estância é condenado a 15 anos de prisão
PF cumpre mandados de prisão e investiga crimes no INSS Amazonas
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.