Publicidade
Manaus
Perigo!

Enquanto prefeitura não fecha bueiros, população teme início das chuvas

Um grande bueiro sem tampa ao lado de um Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), no conjunto Boas Novas, Zona Norte, tem preocupado moradores e pais de alunos que estudam no local 21/11/2016 às 05:00
Silane Souza Manaus

Um grande bueiro sem tampa ao lado de um Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), no conjunto Boas Novas, Zona Norte, tem preocupado moradores e pais de alunos que estudam no local. E com o período de chuva se aproximando, eles temem que aumentem os riscos de acidentes como o que resultou na morte de Gustavo Araújo, de 7 anos, que morreu afogado após cair em um bueiro sem tampa no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte, dia 23 de outubro.

Isso porque o problema se repete em boa parte da ruas do conjunto, onde o perigo se mostra a cada esquina. A doméstica Elizabete Araújo, 57, uma das moradoras mais antigas do conjunto, contou que diversas solicitações foram feitas pelos moradores à prefeitura, mas até hoje a situação não foi resolvida. “Denunciamos várias vezes, inclusive vieram fazer reportagem, mas não vieram aqui tampar esses buracos. É um perigo muito grande porque os bueiros ficam no caminho por onde as crianças passam”, afirmou. 

Ao lado da residência da dona de casa Soliane da Costa, 33, há dois bueiros destampados: um de cada lado da via, o que a deixa preocupada, principalmente quando chove. “Criança não pode ver chuva que corre para brincar na rua. Quando elas estão por aqui por perto mando irem para o lado de cima da rua porque aqui embaixo transborda quando chove forte e tenho medo de eles caírem dentro”, revelou.

Logo mais adiante, ao lado de uma quadra de areia, há outro grande bueiro com uma tampa de madeira improvisada. De acordo com a dona de casa, ela foi feita pelos próprios moradores da região. “Os meninos que jogam vôlei aí que fizeram e colocaram essa tampa para evitar que alguém caísse dentro. Moro há mais de 15 anos aqui, e se um dia esses bueiros tiveram tampa, eu não me lembro”, disse.

TAC
Esse problema não é exclusivo do conjunto Boas Novas. Que o diga a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), que tem até a próxima segunda-feira para apresentar o projeto de execução para a vedação dos 1.537 bueiros indicados em um levantamento técnico apresentado ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), com o respectivo cronograma de obras. Os trabalhos de tampar os bueiros, em si, não foi iniciado. A data foi estabelecida na assinatura do Termo de Compromisso de Ajustamento (TAC) proposto pelo MPE no mês passado, quatro dias depois da morte de Gustavo.

De acordo com o MPE, o TAC foi assinado dia 27 de outubro, estando, portanto, ainda correndo o prazo de 30 dias para a apresentação do projeto e cronograma de execução do serviço. Sem outras novidades, o MP-AM informou que só após o recebimento do projeto e do cronograma, ou esgotado o prazo sem a referida apresentação, a 63ª Promotoria de Defesa da Ordem Urbanística (Prourb) pode se manifestar sobre o assunto.

Vedação deve começar pelos locais com maior risco de novos acidentes
Em relação aos bueiros sem vedação adequada, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf)   informou que “tem intensificado os trabalhos nesse segmento, a fim de regularizar a situação”. Atualmente, conforme a pasta, os distritos de obras estão realizando o levantamento dos bueiros que necessitam de vedação, conforme acordado no último dia 27 junto ao Ministério Público do Estado do Amazonas, por meio do Termo de Compromisso de Ajustamento (TAC).

Quanto à apresentação do projeto de execução para a vedação dos bueiros indicados no levantamento técnico, com o respectivo cronograma de obras, ela se dará dentro do prazo de 30 dias estabelecido, garantiu a Seminf. Após a entrega do projeto, os serviços serão executados, priorizando os bueiros com maior probabilidade de risco de acidente, informou a pasta.

A Seminf ressaltou que, “visando solucionar de maneira definitiva essa demanda no intuito de promover a segurança de toda população, já concluiu o processo licitatório para a contratação imediata de duas empresas especializadas em confecção e fornecimento de tampas de bueiros”.

Publicidade
Publicidade