Publicidade
Manaus
PONTA NEGRA

Acompanhar o entardecer na orla da Ponta Negra é atividade comum entre manauaras

O local é um dos pontos turísticos mais emblemáticos da capital amazonense, que completa hoje 349 anos 24/10/2018 às 14:46 - Atualizado em 24/10/2018 às 14:51
Show p r4 896d7058 17e8 4753 a7f8 cba8e9043cf5
Ponta Negra é um dos principais cartões-postais de Manaus. A capital completa 349 anos nesta quarta-feira (23). Fotos: Antônio Lima
Silane Souza Manaus (AM)

O canto dos pássaros se une ao som das ondas e junto com os últimos raios do astro rei garante um espetáculo fascinante. Este cenário, que parece de um filme muito bem produzido, pode ser contemplado diariamente, no fim da tarde, quando chega o pôr do sol, na orla da praia da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus. O local é um dos pontos turísticos mais emblemáticos da capital amazonense, que completa 349 anos hoje. 

Para se deparar com este conjunto de belezas proporcionado pela natureza, bastar sentar e apreciar a paisagem. Enquanto o sol se põe lentamente, tendo as águas do rio Negro e a floresta amazônica como moldura, é possível ouvir os sons e ver a bela luz do entardecer que ilumina o céu. “São detalhes que se você não estiver prestando atenção na hora passam despercebidos”, disse a promotora de vendas Vanessa Dayane Mota da Silva, 27.


Vanessa e Lucas contemplando o pôr do sol na Ponta Negra (Foto: Antônio Lima)

O também promotor de vendas Lucas Souza, 24, colega de trabalho de Vanessa, reconhece que é preciso ficar atento para se surpreender, além do esperado, com o pôr do sol na Ponta Negra. “Só foi sentarmos para conversar que começamos ouvir vários passarinhos cantando e o barulho das ondas quebrando na praia. Isto é maravilhoso e perfeito para relaxar. Se estivéssemos correndo ou caminhando, talvez, não percebêssemos essas coisas”, apontou. 

O casal José João, 67, e Lucilia Mesquita, 62, costuma caminhar pelo calçadão do complexo turístico Ponta Negra no fim do dia e aproveitam para contemplar o pôr do sol, que sempre é registrado por João. “Tenho muitas fotos desse momento. Amo esse horário. Como o nascer do sol, o pôr do sol é muito bonito. É criador mostrando seu espetáculo”, relatou ele. “E aqui o nosso céu é incomparável. Temos um conjunto de verde, azul e o negro”, completou Lucilia. 


João e Lucilia Mesquita costumam caminhar na orla (Foto: Antônio Lima)

A vista privilegiada do pôr do sol, do rio Negro e da floresta torna o complexo da Ponta Negra em um atrativo especial e único para quem deseja fazer ensaios fotográficos ao ar livre, como o casal Marcelo, 43, e Andrea Vasconcelos, 40. O pai e a mãe do pequeno Pedro escolheram o lugar para fazer as fotos que marcam as comemorações do aniversário de um ano do menino. “Este local é muito bonito, por isso viemos fazer as fotografias aqui. Temos certeza que vão ficar lindas”, afirmou Marcelo.


Ponta Negra foi o cenário para o ensaio fotográfico do pequeno Pedro Henrique (Foto: Antônio Lima)

Para o fotógrafo Ricardo Diniz, o cenário realmente é lindo para ensaios fotográficos e também seguro. “Nunca teve problema de roubo na Ponta Negra. Já no Parque Senador Jefferson Péres, por exemplo, outro lugar muito bonito também, há um pouco de descuidado por parte da administração e está tendo muito assalto. Vários fotógrafos já foram assaltados lá”, relatou.

Frequentado por pessoas de todas as idades e lugares do mundo, o complexo turístico Ponta Negra tornou-se ainda mais atrativo após a conclusão das obras de revitalização, entregues em duas etapas, em 2010 e 2013, pela Prefeitura de Manaus. O local conta com calçadão com pedras portuguesas, jardins, praça com chafariz, mirantes com vista para o rio Negro, quadras poliesportivas, anfiteatro, além de quiosques e restaurantes, pista de skate, feira de artesanato e uma faixa de praia perene.

Publicidade
Publicidade