Publicidade
Manaus
Hospital

Entrega do Hospital Universitário Getúlio Vargas está prevista para sexta-feira

Estimativa é que reforma da primeira etapa da unidade, que começou há quatro anos, seja concluída dia 25 22/11/2016 às 05:00 - Atualizado em 22/11/2016 às 14:30
Show hugv
Entrega do Getúlio Vargas está prevista para sexta-feira (Foto: Antonio Menezes)
Luana Carvalho Manaus (AM)

A primeira etapa do novo Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) será inaugurada nesta sexta-feira, quatro anos depois das obras terem sido iniciadas. De acordo com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), responsável pela gestão da unidade, assim que a torre estiver “em pleno funcionamento”, a última parte da estrutura será demolida para continuação da obra. Enquanto isso, pacientes estão esperançosos pela melhoria nos atendimentos.

A dona de casa Patrícia Oliveira, 33, conta que não sente muita dificuldade para marcação de consultas por meio de encaminhamentos. No entanto, reclama da estrutura do prédio. “Existem hospitais em que a demora é muito maior. Eu acho bom o atendimento dos médicos, mas falta uma estrutura para atender e faltam funcionários do administrativo que nos entendam e saibam tirar nossas dúvidas. A maioria trata mal os pacientes”, reclamou.

Também dona de casa, Suzana Oliveira, 52, comenta que não vê a hora do novo hospital ser inaugurado. Ela acredita que, com a nova estrutura, os atendimentos sejam agilizados. “É sempre bom ter uma estrutura nova, até para agilizar e receber melhor os atendimentos. Essa reforma já demorou tanto que espero que, quando for inaugurada, o atendimento também melhore”.

Estrutura

De acordo com a Ufam, a obra está sendo feita por etapas justamente para dar continuidade aos atendimentos à população, mesmo durante a construção do novo prédio. O hospital  continuará funcionando na avenida Boulevard Álvaro Maia com a rua Tomas de Vila Nova, terá uma área construída de 34.660 m², com 13 pavimentos, heliponto e garagem com capacidade para 420 veículos.

O hospital contará com clínica cirúrgica e médica, clínica pediátrica, ginecologia e obstetrícia e um parque completo de diagnóstico por imagem com salas de raios-X telecomandado, ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia e endoscopia digestiva.

MS libera recurso

O Ministério da Saúde liberou R$ 75 milhões para reforçar os atendimentos oferecidos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) em 49 Hospitais Universitários Federais, em 23 estados brasileiros. O HUGV recebeu pouco mais de um milhão, que serão destinados, segundo a Ufam, à aquisição de bens de consumo e manutenção de contratos. “Ou seja, este recurso destina-se apenas ao pagamento dos custos de manutenção do hospital tal qual ele se encontra atualmente, possibilitando que dê continuidade ao atendimento à população”, explicou a instituição.

O recurso foi liberado por meio do Programa Nacional de  Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) executado desde 2010 em parceria com o Ministério da Educação e com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Publicidade
Publicidade