Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
T2

Entrega do Terminal de Integração da Cachoeirinha é adiada novamente

A Seminf informou que as obras de infraestrutura já foram concluídas, porém há ajustes na sinalização e na logística de funcionamento que precisam ser feitos



1125923.JPG Com terminal ainda fechado para reforma, ônibus continuam parando na rua (Foto: Euzivaldo Queiroz)
23/08/2016 às 10:30

Uma nova data de entrega do Terminal de Integração da Cachoeirinha (T2) deve ser anunciada nos próximos dias pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). Na última semana, o subsecretário de obras públicas da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), responsável por realizar a obra, Antônio Nelson Júnior, informou ao A CRÍTICA que o T2 tinha previsão de ser entre entregue entre a última sexta-feira e ontem. O prazo inicial para a finalização da obra estava previsto para dezembro de 2015.

A Seminf informou que as obras de infraestrutura já foram concluídas, porém há ajustes na sinalização e na logística de funcionamento que precisam ser feitos.



Responsável por implantar as sinalizações, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) informou que este processo está em fase final e incluiu sinalizações vertical, horizontal, além do sistema semafórico, divisores de fluxo, placas de regulamentação, faixas de pedestres, faixas de retenção, placas de orientação e a reativação do semáforo com saída pela avenida Carvalho Leal.

O instituto informou ainda que, assim que concluir esse processo, o terminal será repassado à SMTU, que tem a responsabilidade de organizar a logística e entregar a obra à população.

Reclamações

Há quase 1 ano e dois meses à espera da revitalização, usuários do transporte público reclamam das dificuldades criadas pela obra e nunca solucionadas pela prefeitura ao longo desses 14 meses de reforma.

É o caso do autônomo Edilson Mendes, 60. Todos os dias ele precisa descer do ônibus nas proximidades do terminal para fazer a integração com outro coletivo. Desde que o T2 foi fechado para reforma, o autônomo precisa pagar duas passagens para seguir destino e duas passagens para retornar, uma vez que não possui o “Cartão Cidadão”, que permite essa integração sem pagar tarifa extra.

“Quando descia no terminal, gastava uma passagem de ônibus. E não sou só eu”, reclamou o autônomo, que ainda criticou a desorganização do terminal. “Desde que fecharam para reforma, nunca sei onde fica a parada certa de cada linha. Ficamos completamente perdidos, é um descaso com a população”.

‘Desrespeito é geral’

Para o segurança Francis de Lima, 44, a situação não é diferente. Todos os dias, precisa descer nas proximidades das paradas improvisadas para apanhar outra linha com destino ao trabalho. “ O desrespeito é geral com o usuário. Esse terminal deveria ter sido entregue há meses, agora somos obrigados a ficar praticamente no meio da rua e correr atrás do ônibus”, reclamou.

De 120 dias para 14 meses

O Terminal da Cachoeirinha (T2), localizado no bairro da Zona Sul de Manaus, foi fechado no dia 9 de junho de 2015 para reforma. O prazo para conclusão da obra era de 120 dias, porém mais de um ano depois, ela ainda não foi entregue.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.