Publicidade
Manaus
SAÚDE

Epidemia em Manaus aumenta risco de disseminação do sarampo para resto do País

Com 271 casos confirmados em Manaus, segundo dados da Semsa, prefeitura decretou Situação de Emergência nesta terça-feira (3) e anunciou medidas de contenção da doença 03/07/2018 às 13:43
Show artur
(Foto: Junio Matos)
Priscila Rosas Manaus (AM)

Devido epidemia de sarampo, Manaus entrou em Situação de Emergência por 180 dias. O decreto foi assinado nesta terça-feira (3) pelo prefeito Arthur Neto em coletiva de imprensa. Segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), até o momento houve 2.231 notificações, sendo 271 já confirmadas. A maior incidência foi na Zona Norte da capital com 836 suspeitas. 

A campanha para vacinação, iniciada em abril e ainda em curso, não alcançou a cobertura de 95%. Mesmo com a intensificação, os casos de sarampo continuam a aumentar, principalmente na faixa etária de 15 a 29 anos, inseridos recentemente no público-alvo da campanha. Das 977 notificações, 75 casos foram registrados.

Devido a este crescimento, a possibilidade de disseminação para outros estados do país amplia e coloca em risco os compromissos para a certificação da eliminação da circulação do vírus do sarampo nas regiões da América.

Medidas de contenção

Além da assinatura do decreto, o prefeito anunciou outras medidas para conter o avanço do sarampo em Manaus, visando necessidade em agilizar ações de prevenção e controle, com o objetivo de quebrar a cadeia de transmissão do vírus.

“Temos que tratar com urgência antes que se multiplique, cumprindo o dever de proteger a saúde do povo manauara. É preciso enfrentar os males que atingem qualquer cidadão, independente da nacionalidade”, disse.

A campanha de vacinação se estenderá agora para alcançar o público-alvo na faixa de etária de 6 meses até 29 anos de idade, com a vacinação sendo feitas em escolas, empresas, indústrias, comércios e demais instituições.

Para aumentar a cobertura foram chamados 144 profissionais da saúde classificados em Processo Seletivo realizado no ano passado, sendo 104 técnicos em enfermagem e 40 enfermeiros.

Publicidade
Publicidade