Publicidade
Manaus
Manaus

Equipamentos como tablets e quadros digitais interativos chega aos cursinhos de Manaus

Escolas públicas e particulares já aliaram a tecnologia aos métodos de ensino, e agora a ideia será implantada também nos cursinhos preparatórios para vestibulares 07/08/2015 às 11:54
Show 1
Tablets interagindo com quadro digital chegou às salas de aula prometendo revolucionar todos os níveis de ensino.
Luana Carvalho ---

Muitas escolas particulares e algumas da rede pública já aliaram a tecnologia aos métodos de ensino. Para fugir da monotonia das aulas de cursos preparatórios para vestibulares, o uso de novas ferramentas também está sendo implementado em cursinhos de Manaus.

A metodologia, segundo a diretora da Ginga B-Leaning, Tula Campos, é pioneira nos cursos preparatórios da cidade. “São salas de aula equipadas com quadro digital interativo e tablets. Todo o conteúdo estará dentro de uma plataforma, contendo vídeos e conteúdos práticos para poder entender o assunto. Se o professor está explicando parte de uma célula, por exemplo, o aluno vai ter como acessar aquela célula pelo tablet e interagir com o professor”.

Diante dos resultados negativos do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), a especialista acredita que o uso da tecnologia é um meio diferenciado e mais atrativo para o aluno.

“É a questão de prender a atenção do aluno. Precisamos de um resultado positivo e agregar a questão da tecnologia, que hoje em dia é muito utilizada por jovens, adolescente e até crianças, do ponto de vista instrumental é até melhor para eles terem acesso ao conteúdo, sendo mais lúdico do que aquela aula tradicional. É comprovado que dá certo”, analisa Tula.

Através da convergência digital, sem anular a presença do professor,  utilizando quiz, testes onlines e vídeos  incorporados às aulas, cinco disciplinas serão lecionadas, evitando a evasão e desinteresse nos alunos da nova geração.

“A intenção dessa aulas presenciais utilizando o próprio sistema é justamente focar nas matérias que os alunos mais têm dificuldades, fazendo os ajustes individualizados”.

Ainda de acordo com Tula, as novas aulas tecnológicas terão vagas limitadas. São 36 alunos por turma, nos três turnos. “O nosso foco é em alunos que estejam no Ensino Médio, se preparando para o Enem”.

Escola municipal supera as metas

Os alunos da Escola Municipal Arte Cultura, localizada no Coroado, Zona Leste, obtiveram 92% de aprovação nas avaliações internas e 82% na Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE), superando a meta da unidade que é de 75% para esta avaliação, feita em toda rede municipal de ensino a cada bimestre. Fazendo um comparativo entre o 1º e o 2º bimestre, a unidade de ensino aumentou quase 4% no índice de aprovação do 1º ao 5º ano.

As informações foram repassadas  aos profissionais da escola  durante apresentação do Relatório de Análise de Desvio de Meta (RADM) e das ações da Gestão Integrada da Escola (Gide) da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A proposta é avaliar bimestralmente se os alunos alcançaram os 70% de aproveitamento das avaliações internas aplicadas nas escolas, assim como conhecer o desempenho de 75% dos estudantes do 3º ano no Prova Brasil e na Avaliação do Desempenho do Estudante (ADE).

O trabalho faz com que escolas da rede pública de ensino tenham a oportunidade de rever seus conceitos pedagógicos a partir da observação dos dados estatísticos feitos a partir de um estudo dos assessores de cada DDZ da Semed e pelo corpo docente de cada escola da secretaria.

Para a gestora da escola Arte Cultura, Karen de Oliveira, a reflexão feita com o RADM pode ser vista com um método de gestão democrática que contribui para que a escola possa implementar melhorias e analisar a sua prática. “É relevante porque paramos um instante para refletirmos sobre as nossas práticas pedagógicas e nossas ações”, afirmou Karen.

Metodologia não dispensa presença

O blended learning, ou B-learning (ensino combinado) refere-se a um sistema de formação onde a maior parte dos conteúdos é transmitido normalmente pela internet, entretanto inclui necessariamente situações presenciais.

Pode ser estruturado com atividades síncronas, ou assíncronas, em situações onde professor e alunos trabalham juntos num horário pré-definido, com uma disponibilidade individualizada para encontros presenciais. Mais informações sobre o curso preparatório podem ser obtidos pelos telefones 3346-1138 ou 99122 3364.

Publicidade
Publicidade