Publicidade
Manaus
Manaus

Equipes da Semulsp fazem mutirão de limpeza na Marina do Davi nesta quarta-feira (04)

Coordenada pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) o serviço envolve a limpeza na praia e no rio, em toda a extensão da orla 04/11/2015 às 15:14
Show 1
Aproximadamente 100 garis estão trabalhando, nesta quarta-feira (4) na Beira-Mar do São Raimundo e orla da Manaus Moderna
acritica.com Manaus (AM)

Equipes de limpeza de igarapés da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) voltaram à região da Marina do Davi, localizada nas proximidades da Ponta Negra, Zona Oeste, nesta quarta-feira (4) para uma operação de retirada de lixo. O serviço conta com mais de 30 funcionários da modalidade igarapés e mais equipe de conscientização para ensinar aos usuários do porto os cuidados básicos com o lixo.

“Sabemos que esse acúmulo de lixo é gerado pela própria população. Então, juntamente com a atividade de limpeza, é imprescindível trabalharmos uma mudança de hábito na comunidade e levarmos a mensagem de maior cuidado com o lixo”, explicou o Subsecretário Operacional da Semulsp, José Rebouças.

O local conta com equipes de varrição da Prefeitura de Manaus em escala diária de trabalho e um contêiner para coletar o lixo que recebe manutenção da Semulsp todos os dias.

“Temos equipes no local todo dia. Com a descida dos rios, ficou à mostra a poluição causada pelos próprios usuários do local. Por isso, estamos, nesta quarta-feira, com equipes para informar sobre onde os proprietários das embarcações e comerciantes da Marina podem despejar seus resíduos. Assim, conseguiremos preservar a beleza do local”.

A Marina do Davi é porto de entrada e saída de centenas de embarcações que fazem rota para mais de 30 comunidades rurais da região.

Manaus Moderna

Aproximadamente 100 garis estão trabalhando, nesta quarta-feira (4) na Beira-Mar do São Raimundo e orla da Manaus Moderna. Coordenada pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) o serviço envolve a limpeza na praia e no rio, em toda a extensão da orla.

A operação de limpeza emergencial volta ao local uma semana após o último mutirão de limpeza feito na área. “Por conta das chuvas desta semana houve transbordo desde o igarapé do Mindu e as águas carregaram novo volume de lixo, que se acumulou na orla do São Raimundo.

Para agilizar a limpeza, a Semulsp dobrou o contingente no local e disponibilizou duas balsas, botes, escavadeiras hidráulicas na operação.

De janeiro a setembro de 2015, foram coletadas 6.486,3 toneladas de resíduos sólidos dos igarapés e córregos de Manaus, uma média de 24 ton./dia, em uma extensão de 121,3km, o que corresponde a uma taxa de aproximadamente 52 toneladas de resíduos coletados por quilômetro. 

Publicidade
Publicidade