Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
Conhecimento

Pós em Negócios Sustentáveis da UEA com 600 vagas disponíveis

Além de Manaus, as vagas são para Itacoatiara, Lábrea, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga, Tefé, Boca do Acre, Manacapuru, Maués e Presidente Figueiredo



show_uea_E972F165-062B-4EFE-AD7C-CC839EA926DF.jpeg Foto: Arquivo A Crítica
17/02/2020 às 14:30

Buscar alternativas para a diversificação da matriz econômica da Região tem sido um debate constante. Aliar isso ao ensino, à preservação e à sustentabilidade é a proposta da Escola de Negócios Sustentáveis da Floresta Tropical, unidade de pós-graduação que será ofertada pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) ainda neste semestre.

O custo total para a implementação será em torno de R$ 3 milhões, financiados pela própria instituição, por parcerias e emendas, de acordo com informações obtidas da coordenação. O edital deve ser aberto em março, e a previsão de início das atividades é em abril. Ao todo, 600 vagas, sendo 500 distribuídas em dez municípios do interior (10 vagas para cada município) e 100 vagas para Manaus.



A pró-reitora da UEA, Maria Olivia Simão, explicou que a proposta é construir uma espécie de incubadora de negócios.

“Vamos lançar o edital para selecionar a primeira turma que vai receber essa especialização. O curso possui duração de 18 meses. Será um espaço para integrar conhecimentos, formando pessoas voltadas para a questão do empreendedorismo”, ressaltou.

Além de Manaus, as vagas são para Itacoatiara, Lábrea, Parintins, São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga, Tefé, Boca do Acre, Manacapuru, Maués e Presidente Figueiredo.

Estrutura

Na prática, os selecionados por meio de edital receberão aulas práticas e teóricas para desenvolvimento ou aperfeiçoamento do negócio.

Dentre os conteúdos previstos na grade curricular, constam: Biodiversidade de Negócios, Inovação e Tecnologia, Marketing e Competitividade, Ética e Responsabilidade Socioambiental, Gerenciamento de Projetos, Finanças Corporativas e Gestão de Custos, Plano de Negócios, entre outros.

Segundo o coordenador pedagógico do curso, professor-doutor Paulo César Diniz de Araújo, a ideia é construir um portfólio de negócios.

“A proposta é ser uma escola de negócios sustentáveis da floresta tropical. É uma tendência mundial. Ter negócios sustentáveis e não partir somente para o extrativismo. Ou seja, trata-se de gerar negócios baseados na floresta”, explicou.

Maria Simão: pró-reitora da UEA

“O que queremos é potencializar o empreendedorismo nas áreas da cadeia de valor, nos produtos associados à exploração do bioma amazônico. Vai funcionar como uma formação mediada à tecnologia, uma especialização que vai ser ofertada em Manaus e no interior do Estado. Nossa principal característica é que ele seja um curso não pautado somente em questões acadêmicas e teóricas. Mas o objetivo principal é incentivar na população recém-formada uma visão mais voltada à área de negócios e empreendedorismo”.

Pontos

1. Interdisciplinar: Desenvolver um currículo interdisciplinar de negócios relacionados à floresta tropical e ecossistemas associados;.

2. Abrangente: Incentivar a compreensão dos negócios na Amazônia nas vertentes social, ambiental e econômica;

3. Dinâmico: Aliar teoria e prática na gestão de negócios da Amazônia.

News whatsapp image 2019 05 27 at 11.54.48 8d32dbdd 4f80 4c51 b627 e3873c2e56de
Repórter
Cientista Social, Escritora e Jornalista. Repórter de A Crítica, apaixonada pela arte de contar histórias.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.