Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
ENSINO

Escola pública de Manaus é referência em metodologia de ensino inovadora

Buscando uma nova forma de ensinar, a escola de tempo integral deu uma guinada nos índices após adotar modelo que torna aluno protagonista



escola_6B0C0E5F-FAF5-45A1-8B3C-6D99A8B4B428.JPG Foto: Junio Matos
04/10/2019 às 19:41

De um universo de escolas públicas existentes em Manaus, a Escola Municipal Waldir Garcia localizada no bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul, é uma das poucas que fazem a diferença quando o assunto é trabalhar o protagonismo do aluno. Atuando na modalidade de tempo integral, a unidade de ensino atende as séries do Ensino Fundamental I, e é a única que leva o título de “Escola Transformadora” na Região Norte do Brasil. O mérito é concedido por organizações - nacionais e internacionais - que trabalham o incentivo à busca de alternativas para o melhoramento social.

A metodologia tem se mostrado tão eficaz, que os resultados são as inúmeras premiações e destaque em programas de educação em âmbito nacional. A escola municipal também é reconhecida pela inclusão de alunos estrangeiros e especiais, e pela erradicação da evasão escolar, desde o ano passado.



“O aluno é o centro das atenções. Eles participam de todas as decisões da escola e o professor é só um mediador. Ele deixa de ser o detentor do conhecimento, aquele que está na lousa, com o giz, para trabalhar com o coletivo. E a gente respeita a aprendizagem de cada aluno”, afirma a gestora da escola, Lúcia Cristina Cortez.

Atualmente, são 206 alunos matriculados, 36 são estrangeiros vindos de países como o Haiti e Venezuela, e 16 alunos possuem alguma deficiência. Em termos de índices, a escola municipal obteve, pelo quarto ano consecutivo, a nota de 7,4, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Temos o objetivo de levar a comunidade para dentro da escola porque assim, a gente percebeu que o ensino melhora e o comportamento das crianças também. Com essa reciprocidade entre a comunidade, professores, gestão democrática, só temos colhido bons frutos”, destacou a assistente social, Suelen Albuquerque.

Para ser o que é atualmente, a Escola Municipal Waldir Garcia passou por algumas melhorias a exemplo de ter se tornado de tempo integral, em 2016.

No ano seguinte, recebeu o título de “Escola Transformadora” por trabalhar a educação integral. “Antigamente, depois da aula, as crianças ficavam na rua sem ter o que fazer. Depois que a escola se tornou de tempo e educação integral, ao invés de estarem na rua no contraturno, eles estão na escola”, afirmou Suelen.

“De manhã, eles participam das aulas normais e a tarde, têm várias oficinas como iniciação científica, matemática lúdica, dentre outras atividades”, complementou ainda.

Desafio que vale muito a pena

Há 12 anos atuando na escola, a professora de educação básica, Daniele Pinto Coelho, destacou os desafios de se trabalhar com alunos estrangeiros, em sala de aula.

“A diversidade de idiomas é grande, então, a gente aprende fazendo. Apesar do desafio, eles são crianças muito participativas e aprendem muito rápido. Em questão de dois ou três meses, eles já falam português e chegam a ser os tradutores dos próprios pais”, contou.

A escola foi contemplada com o Prêmio Itaú-Unicef “Educação Integral 2017: parcerias em construção”, etapa regional, com o projeto “Redes de Aprendizagens: Vivências em Tutoria na Escola Waldir Garcia”, em parceria com o Coletivo Escola Família Amazonas (Cefa); e recebeu o prêmio “Plantando Saberes e Sabores” da prefeitura de Manaus em 2019.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.