Publicidade
Manaus
CONSCIENTIZAÇÃO

Escolas públicas recebem campanha de desarmamento e contra a violência

Ação ocorre nos meses de outubro e novembro em 105 escolas da rede estadual. Lançamento foi realizado no Centro Estadual da Convivência da Família, na Zona Norte de Manaus 04/10/2016 às 16:32 - Atualizado em 04/10/2016 às 16:33
Show campanha
Proposta visa propagar a cultura de paz nas escolas (Foto: Divulgação)
acrítica.com Manaus (AM)

Com a iniciativa do Projeto Ame a Vida, a 7ª Campanha de Desarmamento Infantil - “Violência, nem brincando”, será realizada nos meses de outubro e novembro e contará com atividades lúdicas como palestras, rodas de conversa, oficinas e incentivo à leitura em 105 escolas públicas da rede estadual de ensino que atendem a modalidade de ensino fundamental (1º ao 9º ano) e nos Centros de Convivência Estaduais da Família e do Idoso da cidade.

A abertura contou com a participação da coordenadora do Projeto Ame a Vida, Márcia Helena Nascimento; da gerente de Programas, Projetos e Atendimento ao Escolar da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), Adriana Boh; do delegado titular da 2ª Seccional Norte, Fernando Bezerra; tenente Sato, da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom); da conselheira tutelar da Zona Norte, Suziane Lima; e da representante da Secretaria de Estado da Administração (Sead), Vera Cuerci.

O evento é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), em parceria com a Seduc e a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e demais instituições.

O lançamento oficial cujo subtema “Arma, nem de brincadeira”, foi realizado no Centro Estadual de Convivência da Família Teonízia Lobo, localizado na rua Itaetê, bairro Amazonino Mendes, Zona Norte de Manaus.  

A proposta da campanha, de acordo com a coordenadora do Projeto Ame a Vida, Márcia Helena Nascimento, é a sensibilização quanto à importância da cultura de paz nas escolas e nas comunidades.

“A campanha do desarmamento infantil tem o objetivo da promoção da cultura de paz nas escolas e nas famílias, pois em alguns casos, as crianças vivem em um ambiente violento e isso pode influenciar no seu comportamento dentro da escola. A programação da campanha será marcada por palestras, oficinas e atividades lúdicas nas escolas e também nos Centros de Convivência espalhados pela cidade”, explicou a coordenadora.

“Violência Nem Brincando”

Criada em 2010, a campanha também incentiva a entrega espontânea de brinquedos violentos pelos estudantes. Até o ano passado, mais de 20 mil brinquedos violentos foram arrecadados. CDs de filmes e jogos violentos, armas de brinquedo, armas fabricadas, espadas, entre outros utensílios foram entregues.

Publicidade
Publicidade