Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Manaus

Escoteiros no AM: cidadãos sempre alertas

Grupo com mais meio século ajudou na formação de grandes personalidades do Estado e ainda mantém filosofia viva



1.jpg Reunião do grupo Murilo Braga, um dos primeiros no AM
29/12/2012 às 17:45

Fundado em 8 de agosto de 1958, um dos primeiros grupos de escoteiros de Manaus ainda mantém crianças e jovens “sempre alertas” para alguns princípios como o da amizade, filantropia e responsabilidade. Há pouco mais de cinco décadas que o “1º AM Grupo de Escoteiros Murilo Braga” tem desenvolvido atividades que estimulam a cidadania e coletividade.

O movimento sem fins lucrativos, educacional, apartidário e voluntariado já reuniu aproximadamente 2 mil membros ao longo de sua história em Manaus, inclusive personalidades locais. Atualmente, o grupo reúne-se na Escola Municipal Honorina de Azevedo Vasconcelos, Rua 7, no bairro São José, Zona Leste, onde participam 16 crianças e jovens.



A filosofia do escotismo mantida pelo grupo sempre buscou ter uma importante participação no desenvolvimento de crianças e jovens por meio de um sistema de valores que baseado na promessa e na lei escoteira, e por meio da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, faz com que o jovem assuma seu próprio crescimento, tornando-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa)


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.