Publicidade
Manaus
Empreendedorismo

Escritórios socializados: As vantagens e desvantagens do coworking

Espaços de coworking em Manaus atraem cada vez mais jovens empreendedores que buscam estrutura para suas empresas e economia de recursos 30/10/2016 às 10:30
Show coworking
A Cardume Coworking conta com diversos espaços para pequenos e grandes empresários em Manaus que buscam economia (Foto: Evandro Seixas)
Rebeca Mota Manaus (AM)

Já ouviu falar em coworking? Em tradução livre, significa escritório compartilhado. Na prática, tem o objetivo de incentivar a troca de ideias, compartilhamento, networking e colaboração entre diferentes profissionais que podem ser de múltiplas áreas. Em Manaus, há três escritórios compartilhados: a Cardume, a Impact Hub Manaus e o Espaço Conviver. Descubra quais são as vantagens e desvantagens de começar negócios nesses espaços.

Vantagens
O investidor Daniel Goettenauer, da Cardume Coworking, conta as vantagens deste tipo de negócio. “A primeira vantagem é a econômica, porque vai ter um espaço com conexão de Internet, não vai pagar aluguel e nem energia. Outra questão é que você está lidando com várias pessoas e isso vai agregando conhecimento”, conta Daniel.

Na Cardume, o investimento para locação é de R$ 590 por mês por um período integral; e R$ 350 por meio período, com uma posição individual que funciona para pequenas empresas. 

Para Daniel, essa é uma tendência global que chegou no Brasil. Aqui já tem mais de 450 espaços com perfil para pequenos e grande empresários. “O espaço não se limita apenas a um local de trabalho, mas também tem feira gastronômicas, confraternizações, além de ter  uma cozinha, como na Cardume, por exemplo”, informa.

O Impact Hub Manaus, que abre as portas no mês de novembro, com a ideia de ser uma comunidade vibrativa, com espaços inspiradores e conteúdo significativo que tem projetos de pré-aceleração e está com uma proposta de coworking inovador.

A co-fundadora e jornalista, Juliana Teles, conta que os espaços são econômicos por conta de não precisar pagar aluguel como um escritório comum, bem como despesas com energia, água e internet. “A colaboração faz com que os projetos aconteçam de forma mais rápida, interativa, gerando conexão em diferentes áreas de atuação”, destaca Teles.

A Impact Hub Manaus agrega empreendedores diversos, como designers, jornalistas, psicólogos, entre outros. E existem diversos pacotes, como o R$ 250 (30 horas) e de R$ 600 por mês. O co-fundador Marcus Bessa ressalta que a intenção é permitir gerar negócios sustentáveis para impactar a cidade de maneira positiva.

Desvantagens
Marcus conta que para quem quer privacidade e sigilo o coworking não é um local ideal. “A desvantagens são por conta da privacidade para quem não gosta de barulho e para quem quer sigilo este tipo de espaço não é o adequado”, destaca Bessa.
 

Publicidade
Publicidade