Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
1441_09783A30-4E16-4BD8-AA4C-870B2F27D515.jpg
publicidade
publicidade

APOLOGIA

Estudante de Manaus é detido após fazer apologia à tragédia de Suzano na internet

Alexandre Gonzaga, de 19 anos, postou uma foto usando uma bandana de caveira e escreveu “indo para escola amanhã”. Ele é aluno de escola no Nova Cidade


14/03/2019 às 12:06

Um estudante de Manaus, de 19 anos, identificado como Alexandre Gonzaga, foi detido pela Polícia Civil do Amazonas após fazer uma postagem na internet em apologia à tragédia de Suzano, no interior de São Paulo, onde, ontem (13), oito pessoas foram assassinadas a tiros disparados por dois assassinos que invadiram uma escola na região. Depois, os dois assassinos se suicidaram.

Nas redes sociais, Alexandre Gonzaga postou uma foto usando bandana de caveira e escreveu na legenda “indo para escola amanhã”, se referindo ao atentado de Suzano. Um dos assassinos do atentado de Suzano também usava uma bandana de caveira no rosto para matar as vítimas.

Alexandre Gonzaga é aluno do 2º ano da Escola Estadual Prof. Sebastião Augusto Loureiro Filho, que fica no bairro Nova Cidade, na Zona Norte da capital. O conteúdo postado pelo jovem na noite de ontem ganhou repercussão e, hoje, ele foi detido pela Polícia Civil. Ele chegou a ser detido e levado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), mas por ser maior de idade foi transferido para o 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a delegacia da área do Cidade de Deus.

Ele conversou com a reportagem do Portal A Crítica na sede da Deaai. “Eu fiz uma postagem usando uma bandana de caveira no rosto por causa do negócio que aconteceu em Suzano. Coloquei ‘indo para a escola amanhã’. Teve repercussão de risadas e ódio, coisas normais, muita gente me odiando por causa dessa parada”, disse Alexandre Gonzaga.

Ao ser questionado pela reportagem se apoiava a tragédia ocorrida em Suzano, no interior de São Paulo, o aluno negou. “Não gostei, foi uma tragédia e eu não iria gostar de uma tragédia”, disse. Alexandre Gonzaga confessou ser usuário de maconha e completou afirmando saber da consequência que teria a postagem feita por ele na internet. “Todo ato tem sua reação, esperando a minha consequência. Seja o que Deus quiser”, disse.

Com ele a polícia apreendeu três bandanas, sendo duas com desenhos de caveira e também uma blusa branca com desenho e inscrição do filme de terror norte-americano Silent Hill. O jovem tem no braço uma tatuagem de um boneco similar a Lúcifer.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil, diretamente com os policiais civis do 13º DIP, e espera retorno sobre os procedimentos cabíveis que deverão ser realizados com Alexandre Gonzaga.

Outros casos

Hoje pela manhã a polícia foi acionada para outro caso em Manaus envolvendo um aluno que fez referência à tragédia de Suzano. Desta vez, um jovem de 17 anos ameaçou, através de mensagens em um grupo de WhatsApp, cometer um atentado no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), no Centro, inspirado no ataque à escola de Suzano. A polícia foi acionada e a escola esvaziada. Os alunos foram liberados.

Outro caso aconteceu ontem mesmo, horas após o ataque à escola de Suzano. Uma aluna da 6ª série da Escola Estadual Tiradentes, no Petrópolis, também ameaçou colegas. Ela foi apreendida com três facas de cozinha. Para a delegada titular da Deaai, a jovem, que também é usuária de drogas, disse que levou as facas para escola porque desde o ano passado vinha sendo ameaçada por outra colega.

*Colaborou a repórter Joana Queiroz

publicidade
publicidade
TJD-AM julga impugnação de partida que pode mudar rumos do Barezão
Greve completa uma semana e professores esperam contraproposta
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.