Publicidade
Manaus
Manaus

Estudante é espancada e estrangulada em mata na Zona Leste de Manaus

Laudo do IML apontou que Lorena Lira, 22, foi morta por estrangulamento e pode ter sido violentada sexualmente 26/12/2014 às 18:01
Show 1
O corpo da estudante foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), localizado na Zona Norte de Manaus
Joana Queiroz ---

A estudante Lorena Lira Soares, 22, foi morta por estrangulamento, segundo resultado da necropsia, por volta das 18h desta quinta-feira (25), em uma área de mata situada na divisa dos bairros Zumbi 1 com Armando Mendes, Zona Leste.

De acordo com informações da polícia, ela apresentava sinais de espancamento e pode ter sido estuprada. A polícia não tem nenhuma pista que leve aos assassinos da vítima.

Além de Lorena, mais seis corpos deram entrada no Instituto Médico Legal (IML), na noite de quinta para sexta-feira, por morte violenta. Quatro deles aconteceram nos municípios de Autazes, Itacoatiara, Presidente Figueiredo e Manacapuru. As mortes que aconteceram em Manaus serão investigadas pela Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS) e as demais pelas delegacias de cada município.

Policiais que investigam a morte de Lorena disseram que a polícia está ouvindo moradores próximo do local onde o corpo foi encontrado para tentar chegar aos assassinos. Ontem familiares contaram que a vítima saiu de casa por volta das 16h e por das 18h o corpo foi encontrado por adolescentes que jogavam futebol em um campo na rua Arthur Neto, no bairro Armando Mendes.

Um dos rapazes foi pegar a bola que caiu no matagal e encontrou o corpo de Lorena. Ela estava  só de calcinha, tinha um cipó enrolado no pescoço e marca de espancamento pelo corpo. Há suspeita que ela tenha sido estuprada. A polícia está aguardando o resultado dos exames da perícia e do laudo de necropsia para confirmar se ela foi estuprada ou não.

Moradores da área disseram que o local é de difícil acesso e que é usado por usuário de droga e que lá acontecem assaltos com freqüência.  Lorena morava com a mãe  em uma casa de madeira no final da rua Dr. Basílio. Ela não estudava e nem trabalhava. Há informações que ela tinha envolvimento com droga.

Adolescente apreendido

No conjunto Deus é Fiel, na Rua Buriti, bairro Santa Etelvina, Zona Norte, um adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícia Militar (PM), por suspeita de ter assassinado com quatro golpes de faca o estudante Antônio Carlos Ferreira da Silva, 20, na noite da última quinta-feira, no estacionamento do conjunto. Ele se entregou espontaneamente e assumiu o crime.

Publicidade
Publicidade