Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
SUCESSO NA CAPITAL

Estudante empreendedora cria 'din-din encantado' e supera crise financeira

Ela começou vendendo em sua residência, no bairro Mundo Novo, quando percebeu o lucro imediato nas vendas, decidiu ir para as  ruas



WhatsApp_Image_2019-10-16_at_10.02.19__1__F86F7C8A-90B8-4500-92AD-330119A0BDF5.jpeg Foto: Junio Matos
16/10/2019 às 10:24

Unindo a vontade de criar um negócio, o gosto pela culinária e a fuga do desemprego, a estudante de Odontologia, Daniele Valente Campos, 25 anos, resolveu usar um produto super popular em Manaus, o famoso “Dindin” e vendê-lo de forma diferenciada com sabores tradicionais, gourmet e até mesmo alcoólicos, nas ruas da cidade. Nessa aposta, nasceu o  ‘Dindin Encantado’, que recebeu esse nome por conta do gosto pela cor rosa. “O Dindin Encantado, surgiu logo após eu sair do meu emprego, pois com uma faculdade pendente e um filho pra criar, sendo mãe solteira, tive que ganhar dinheiro de alguma forma e de maneira honesta”, contou ela.

Ela começou vendendo em sua residência, no bairro Mundo Novo, quando percebeu o lucro imediato nas vendas, decidiu ir para as  ruas. “Fui para as ruas a primeira vez, apenas com uma caixinha de isopor e alguns dindins pequenos, e para minha surpresa vendi tudo e  em questão de alguns minutos, fiquei motivada com as vendas rápidas e levei a diante, e cada vez mais pesquisando e estudando sobre os dindins, comprei um livro na internet de dindin gourmet e comecei a produzir cada vez mais”,  explicou.



A estudante teve como inspiração um casal que viu na internet, que vendia dindins em uma bicicleta. Como forma de chamar a atenção dos clientes pelas ruas, ela comprou uma bike usada, mandou pintar e comprou acessórios para compor o cenário encantado. “O  cenário é o diferencial, é o alvo do encantamento, meus clientes ficam maravilhados e eu amo (risos)”, completou.

Expansão

Ainda de acordo com a empreendedora, o negócio tem menos de oito meses, e tem feito sucesso. Com mais de 10 sabores disponíveis, ela decidiu também revender. O sonho da estudante é expandir o negócio, ter sua loja fixa e várias franquias pela cidade. “A importância de vender nesse ramo é o retorno rápido pra quem tem coragem e disposição. Coragem de ir às ruas e disposição de enfrentar o sol quente , não é tão fácil quanto parece, exige um sacrifício e tanto, mas a vontade de vencer é maior” ressaltou.

Atualmente, ela conta com uma equipe de cinco pessoas que auxiliam na produção. São elas: as tias, Mara e Márcia; a mãe Silvane; o  irmão Júnior Campos e a amiga, Bianca Silva.

News vanessa e6e5e446 0cb4 4a34 a8b3 ae310dd8f36e
Repórter do Manaus Hoje
Manauara / Mãe do Zack / Jornalista / Voluntária no @institutotchibum ... e um montão de coisa aí.

Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.