Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
Manaus

Estudante encontra recém-nascido abandonado em rua da Compensa, em Manaus

O bebê foi achado, por volta das 7h desta terça-feira (14), ainda com a placenta, envolto num lençol sujo de terra em um beco no bairro da Compensa



1.jpg Bebê encontrado em rua foi amamentado por moradora
14/10/2014 às 15:54

Uma criança recém-nascida, do sexo masculino, foi encontrada na manhã desta terça-feira (14), abandonada e ainda envolta na placenta, na Rua Manaus, próxima ao Beco dos Estuprados, na Compensa, Zona Oeste de Manaus.

O bebê foi encontrado pela estudante Andreziele Medeiros, de 23 anos. Segundo a moça, ela estava a caminho de um culto, próximo ao beco, quando ouviu o som de uma pessoa correndo. Com a rua ainda deserta, ela ficou assustada com a situação, mas ouviu o choro da criança e foi ver onde ela estava.




O local onde a criança foi encontrada, segundo a estudante Andreziele Medeiros (Winnetou Almeida)

Andreziele se deparou com o bebê no chão, envolto num lençol sujo de terra. Ela revelou que teve dúvidas sobre tirá-lo dali, com medo de possíveis represálias dos pais, mas a gravidade da situação a fez pegar a criança e levá-la para casa, na mesma rua.

As vizinhas de Andreziele a ajudaram a limpar o bebê e chamaram a polícia. Uma das moradoras, que teve um filho recentemente, chegou a amamentar a criança. Após a chegada de uma viatura da 8ª Cicom ao local, o bebê foi encaminhado à Maternidade Moura Tapajós, também na Compensa, para receber cuidados médicos. Segundo o Dr. Romário Carvalho, responsável pelo acompanhamento do menino, ele está em boas condições de saúde e deverá ter alta do hospital em 24 horas.

Os procedimentos para encaminhamento da criança e a investigação sobre o abandono ficarão a cargo da polícia.

 *Com informações da assessoria e do repórter Alírio Lucas


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.