Publicidade
Manaus
INICIATIVA

Estudantes amazonenses realizam feira 'teen' para pagar acampamento em São Paulo

Grupo vende doces e outros tipos e lanche dentro da escola, além de roupas e bijuterias. Com o programa, jovens e adolescentes aprendem a utilizar dinheiro de forma saudável e consciente 04/06/2017 às 10:38
Show aca2
Grupo vende doces e lanches próximo de escola (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Isabelle Valois Manaus (AM)

Um grupo de 20 alunos do 9º ano do ensino fundamental do Colégio Connexus realizaram neste sábado (3) uma feira teen de negócios em Manaus para arrecadar dinheiro destinado ao pagamento de um acampamento em São Paulo (SP), onde devem comemorar o término do ano letivo.

O acampamento, na verdade é só um incentivo para os alunos colocarem em prática, todo o processo de aprendizado visto durantes os anos letivos do Programa de Educação Financeira na Escolas, conhecido como programa DSOP. Com este programa as crianças, jovens e adolescentes aprendem desde cedo a utilizar o dinheiro de maneira saudável e consciente para a realização dos sonhos.

“Este é o quarto ano que levamos nossos alunos do 9º ano para o acampamento. E a ideia tem dado muito certo, pois vemos o quanto eles têm se esforçado para conseguir almejar a viagem colocando em prática tudo o que eles aprendem dentro da sala de aula. E a todo momento estamos acompanhando no qual for as atividades em que eles desejam realizar”, comentou a coordenadora pedagógica da instituição.

A feira teen é considerada um evento de empreendedorismo dos alunos e ocorreu na Vila Hub, morada do Sol, no Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. Como a tarde começou a chover, o movimento na feira deu uma diminuída. Os jovens envolvidos no projeto não contaram conversa, e foram para os semáforos da André Araújo para tentar vender o resto de doces que tinham disponibilizados para o evento.

“Quando os alunos chegam ao 9º ano, eles começam a desenvolver uma série de atividades para arrecadar o dinheiro destinado ao acampamento. Uma dessas atividades é a venda de doces e outros tipos de lanche dentro da escola”, informou a coordenadora pedagógica.

Além dos doces, os alunos pães, roupas e bijuterias, entre outros itens, no qual muitos produzidos por eles mesmos. No caso de uma das integrantes do grupo, a estudante Mila Barbosa, 13, colocar o conhecimento adquirido em sala de aula em prática tem sido o melhor resultado. “Estamos batalhando muito para conseguir arrecadar o valor teto para conseguirmos custear a viagem ao acampamento e o acampamento em si. Mas, tem sido bastante gratificante ver o resultado de tudo isso e esperamos que até setembro, consigamos concluir e chegar ao nosso objetivo”, comentou.

Para a mãe de Mila, a administradora Cleomara Barbosa, 42, o desenvolvimento do projeto na instituição de ensino tem tido ótimos resultados. “Desde mais nova, a minha filha tem buscado meios de conseguir ganhar o dinheiro, a guardá-lo e até investir em outras coisas, tudo resultado do programa. Isso tem nos deixado, tanto eu como o pai dela muito satisfeito”, disse.

Publicidade
Publicidade