Publicidade
Manaus
Orçamento

Evento para discutir orçamento do Estado de 2017 reúne cerca de 80 pessoas neste sábado

A reunião faz parte das atividades do Projeto Jaraqui, que leva discussões de interesse público para um espaço aberto e democrático. A principal pauta do evento foi os cortes no orçamento do AM previstos para o próximo ano 26/11/2016 às 13:12
Show 351312
Parlamentares estiveram no local recebendo sugestões dos participantes para possíveis aplicações do dinheiro público em 2017 (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Lucas Jardim Manaus (AM)

Na manhã deste sábado (26), cerca de 80 pessoas participaram de evento para discutir políticas públicas do Estado na praça Heliodoro Balbi, conhecida como praça da Polícia, localizada na Zona Centro-Sul de Manaus.

A reunião faz parte das atividades do Projeto Jaraqui, que leva discussões de interesse público para um espaço aberto e democrático. A principal pauta desta edição foram os cortes no orçamento estadual previstos para o ano que vem, trazida por parlamentares

José Ricardo Wendling (PT), que esteve presente junto com o deputado Luiz Castro (Rede), ambos representando a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), recebeu sugestões dos participantes para possíveis aplicações do dinheiro público em 2017, que ele pretende submeter ao Parlamento na forma de emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA), atualmente em tramitação.

"Estamos aqui para fazer um debate sobre orçamento público com a população, em parceria com o Projeto Jaraqui. [...] Todo ano eu faço debates abertos sobre isso. O objetivo é fazer com que as pessoas, ao conhecer o orçamento, possam se envolver na discussão, na definição das prioridades, na destinação daquilo que é mais urgente. Por exemplo, na área da saúde, que a população reclama da estrutura dos hospitais, falta de equipamentos para exames e do atendimento de modo geral, é uma área para a qual a gente sempre recebe várias sugestões. Também recebemos muita na área da educação, enfatizando investimentos seja naquilo que envolve a valorização dos professores, seja na reforma e ampliação para escolas. Essas são áreas para as quais sempre recebemos sugestões e encaminhamos como emendas", disse José Ricardo.

Publicidade
Publicidade