Publicidade
Manaus
DINHEIRO PÚBLICO

Ex-chefe de licitação de Careiro Castanho é preso suspeito de comandar fraude

A segunda fase da Operação Águia foi deflagrada nesta terça-feira (28) no município de Careiro Castanho. Outros mandados estão sendo cumpridos 28/03/2017 às 17:07 - Atualizado em 28/03/2017 às 18:38
Show castanho
Na primeira fase, secretários e empresários foram presos (Foto: Evandro Seixas)
Amanda Guimarães Manaus (AM)

O ex-chefe do setor de licitação da administração municipal da gestão 2013/2016 de Careiro Castanho, Manoel Ernandes Santos Silva, foi preso nesta terça-feira (28), durante a segunda fase da Operação Águia. As informações são do promotor de justiça, João Guimarães.

A primeira fase da operação foi realizada no dia 19 de janeiro, quando os ex-secretário de finanças, Aldo Alves de Alencar; o sub-secretário de finanças Aluisio da Silva Alves; o ex-secretário de administração, Jacson Chagas; e os empresários Sérgio César Moreno, José Roberto Viana e Antonio José de Oliveira foram presos. Nesta terça-feira, outros mandados estão sendo cumpridos.

“Desde cedo o delegado de Careiro Castanho está cumprindo diferentes mandados, alguns não podem ser revelados, porque continua sobre segredo de justiça. Mas o chefe do setor de licitação foi preso preventivamente”, comentou o promotor.

Segundo as investigações, Manoel comandava toda a relação entre fornecedores e membros da Prefeitura da cidade. “Sabe toda aquela relação de ingerência entre os secretários e os vencedores das licitações, era comandada pelo Manoel. Hoje conseguimos prender ele”, destacou João Guimarães.

As atividades para o desdobramento da Operação Águia começaram durante o período de eleições. Conforme o delegado Daniel Antony, havia uma troca de favorecimento financeiro entre os membros da Prefeitura e empresários. Para ganhar as licitações, os funcionários eram pagos.

Publicidade
Publicidade